10 experiências para viver na África do Sul
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

10 experiências para viver na África do Sul

amandanoventa

22 Maio 2017 | 08h35

A África do Sul parece infinita. Eu passei 25 dias no país e tenho certeza de que não vi e nem fiz tudo o que o país tem a oferecer. Mas separei pra você algumas das experiências mais importantes para viver numa viagem ao país. Aventura não falta.

Fazer um safari

O país é mais conhecido pelo safari, então não dava para deixar essa experiência de fora. Mas tenho que te contar uma coisa: realmente é uma das experiências mais incríveis da vida poder chegar tão perto desses animais selvagens. No safári eles estão ali, completamente livres. E se você fizer na região do Kruger, estará no safari-referência do mundo, sem cercas e com os melhores guias do mundo. Ao contrário do que muitos pensam, o safari não precisa ser uma experiência luxuosa. Existem opções para todos os bolsos.


 

  1. Observar pinguins

Ninguém resiste aos pinguins. Lá na África do Sul é fácil de encontrá-los já que estão em plena Cape Town na praia Boulders Beach. A minha é dica é você ir bem cedo ou no fim do dia para fugir da multidão e poder ter um contato maior e mais natural com os pinguins na praia. Mas, melhor do que isso, é se você puder ir à cidade de Betty’s Bay. Lá não tem quase ninguém, o lugar é esplêndido e os pinguins estão mais à vontade.

Praia de Betty’s Bay Foto: Amanda Noventa

 

  1. Degustação de vinho

O que muita gente não sabe sobre a África do Sul é que o país é um dos maiores produtores de vinho do mundo. E a melhor maneira de provar esses vinhos é visitando as vinícolas que ficam em torno de 40 minutos de Cape Town. Você não vai se arrepender, não só pelos vinhos, mas também pela vista das montanhas Drakenstein. Recomendo as vinícolas Nederburg (a mais premiada da África do Sul), Durbanville Hills que oferece um wine safari na Table Mountain e a Spice Route que possui uma estrutura com restaurante e outras degustações além do vinho. As degustações tem um preço bem acessível, em torno de R$20.

Vinícola Nederburg Foto: Amanda Noventa

 

  1. Subir na Table Mountain – uma das novas sete maravilhas do mundo

O maior cartão postal de Cape Town merece uma visita. Se você gostar de aventura, pode fazer uma trilha de duas horas até o topo. Se você não tiver essa disposição toda, pode pegar um bondinho até lá em cima. A vista é uma das mais lindas do país: de um lado a cidade, do outro os doze apóstolos, o mar e uma outra montanha importante da cidade chamada Lions Head.

Vista do alto da Table Mountain Foto: Amanda Noventa

 

  1. Pular da maior ponte de bungee jump do mundo

Uma experiência clássica na África do Sul para quem gosta de fortes emoções. A ponte mais famosa do país chamada Bloukrans Bridge tem 216 metros de altura, com vista para o mar e, lá em baixo, um rio. A queda dura em torno de 4 segundos e em vinte e cinco anos de operação, nunca houve um acidente. O clima do lugar é ótimo. Se você não tiver coragem de pular, dê pelo menos uma passadinha por lá para conhecer.

 

  1. Mergulhar com tubarões brancos

Acho que você já deve ter ouvido falar sobre os tubarões brancos da África do Sul. Vai por mim, é super seguro mergulhar com eles. A água provavelmente vai estar fria, mas com a adrenalina talvez você nem sinta. Você pode fazer o mergulho em diversas cidades da costa do país.

  1. Road trip numa das mais famosas rotas do mundo

A Garden Route não ficou popular à toa. É um percurso de 300km que vai de Mossel Bay a Storms River e que você pode ir parando pelas praias e atrações do caminho. A mão é inglesa, mas a estrada é segura e garante uma das melhores viagens de carro que você pode fazer.

Tsitsikama National Park Foto: Amanda Noventa

 

Observar baleias

As baleias aparecem na costa sul africana no período do inverno (de junho a setembro). Tem uma cidade bem famosa pela aparição das baleias – Hermanus. Mas você pode avistá-las até em Cape Town.

  1. Entender o Apartheid

A África do Sul está recheada de atrações de aventura. Mas é interessante você conhecer a história do país, que inclui o Apartheid, uma segregação racial de 1948 a 1994 – recente. Visitar o museu do Apartheid e o Constitution Hill em Joanesburgo é uma verdadeira aula de história. E, vai por mim, não tem nada de tédio nesses museus.

Constitution Hill Foto: Amanda Noventa

 

  1. Conhecer o Cabo da Boa Esperança

É uma localização histórica importante. Durante a expansão marítima e conquista de territórios dos portugueses, eles descobriram que o continente africano era muito maior do que imaginavam e traçaram uma rota ao longo do litoral africano. No final do século XV chegaram ao limite do território africano onde havia águas turbulentas que colocaram tripulação em risco. Chamaram esse ponto de Cabo das Tormentas que mais tarde foi renomeado de Cabo da Boa Esperança. O lugar não só tem essa importância histórica como também fica numa bela região. Vale a pena a visita. E cuidado com os babuínos.

Cape Point Foto: Amanda noventa

Como chegar na África do Sul

A South African Airways, principal companhia aérea da África do Sul, tem voos direto de São Paulo e Rio de Janeiro para Joanesburgo com preços a partir de R$1900. A companhia aérea também opera os voos internamente para Cape Town, Porto Elizabeth e outras cidades do país.

Amanda Noventa escreve sobre viagens. Acompanhe suas aventuras pela África do Sul através do Instagram @amandanoventa, do Youtube em Amanda Viaja e do Facebook Amanda Viaja. Ela viajou para o país a convite do Turismo da África do Sul e da South African Airways.