As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

7 resoluções para adotar se você quiser viajar no ano que vem

amandanoventa

14 Dezembro 2015 | 08h33

 

Tipo de viajante

Esse foi um ano difícil. Muitos que já não tinham uma viagem planejada, acabaram não viajando pelo dólar nas alturas ou pela crise econômica. E 2016 também não está com uma perspectiva brilhante, mas aposto que você jogou a viagem que não fez em 2015 para 2016.

Mas hoje podemos dizer que o ano que vem é no mês que vem! E a melhor forma de gastar menos e fazer uma viagem consciente, é se planejando. Então vamos começar a nos programar de verdade agora porque do contrário a viagem  será só em 2017, 2018, 2019…


Para te ajudar, veja aqui por onde pode começar:

1. Não deixe que a crise destrua seu sonho de viajar e suas esperanças

A crise está destruindo sonhos, eu sei. Estamos todos com medo de viajar porque parece um prazer que não combina com o cenário atual. E você já deve ter percebido o ciclo de depressão que isso gera: “poxa, não posso fazer nada, não posso fazer a viagem que eu queria, minha vida está chata e eu só trabalho para pagar contas”.

Bom, eu não preciso listar aqui os benefícios que uma viagem traz para a sua vida porque você já deve saber (dá uma lidinha no meu texto ‘A terapia da viagem‘). Mas eu acho que nesse momento de crise e recessão econômica, você tem duas opções: 1) se render à crise, gerando esse ciclo depressivo na sua vida ou 2) continuar lutando para realizar os seus sonhos e desejos independente da crise.  Se você optar pela segunda opção, estamos juntos nessa e você pode continuar lendo esse texto.

2.Aquele dinheiro que você guardou um tempão para viajar, oras, use para viajar!

Quem planeja uma viagem ou férias, geralmente passa um tempo guardando um dinheiro só para isso. Portanto, acho que se você passou um tempo reservando dinheiro para viajar, não surgiram imprevistos e não corre risco de ficar desempregado ou sem dinheiro em breve, não vejo por que não utilizar seu dinheiro para o que você planejou, a viagem.

3. Escolha lugares baratos

Está tudo certo. Você já decidiu que vai viajar sim, que nas próximas férias não vai ficar em casa. Legal! Na hora de escolher um lugar, escolha um que seja mais barato. Alguns exemplos são: Brasil e América do Sul, Leste Europeu, Sudeste Asiático a África. Além de poder fazer muito mais gastando menos, a sua consciência e conta bancária agradecem.

4. Aproveite as promoções de passagens aéreas que estão acontecendo mais do que nunca

As companhias aéreas também estão sofrendo com a crise. Elas sabem que os brasileiros estão com medo de viajar ou viajando menos do que o normal. Só que elas precisam que você viaje porque, afinal, precisam continuar ganhando dinheiro. É aí que entram as promoções de passagens. Já reparou que as maiores promoções são para países da Europa e Estados Unidos? Claro. Ninguém quer gastar em euro ou dólar nesse momento. Mas uma verdade é que eu nunca vi tantas promoções de passagens para o mundo todo como estão acontecendo agora. Aposto que você tem pelo menos um amigo(a) que foi viajar esses tempos porque comprou uma passagem promocional. Pois é, aproveite isso também. Muitas vezes são as promoções que escolhem para onde você deve ir: você encontra uma promoção para um lugar que não estava nem pensando em conhecer, não quer perder a chance e acaba viajando pra lá. Super comum e válido. Para não perder as promoções gosto de acompanhar os sites Melhores Destinos e Passagens Imperdíveis.

5. Deixe a viagem ostentação para quando a situação melhorar

Aquela coisa de viajar e ficar num super hotel luxuoso, sair fazendo compras e jantando em restaurantes famosos e caros… não precisa. Dá para fazer uma viagem mais simples. Viajar não é sinônimo de luxo e muito menos de fazer compras. Veja algumas dicas que escrevi nesse post para deixar sua viagem mais barata.

6. Encontre uma inspiração

Pode ser um blog de viagem, uma amigo que já viajou para onde você quer ir, um livro, um filme, não importa. Tudo isso é importante para se inspirar e ajudar você a manter o foco. Quanto mais você ler e aprender sobre o assunto, mais motivado você fica para se planejar e fazer a viagem acontecer.

7. Mantenha o foco

Uma amiga decidiu fazer um mochilão pela América do Sul no ano que vem. Seu método é espalhar a notícia para todo mundo de que vai viajar, sempre com uma expressão afirmativa, de que vai acontecer. Ela ainda está guardando o dinheiro, mas foi a maneira que ela (e sua terapeuta) encontraram para manter o foco na viagem. Quanto mais você fala, pesquisa e se programa, mais real a sua viagem fica. Claro que pelo caminho você vai cair em tentação muitas vezes; talvez ache tudo muito complicado e queira desistir, vai pensar em comprar o iPhone 7, ir na festa com convite a 150 reais só porque aquele gatinho vai estar lá, vai querer trocar alguma coisa no seu carro… Mas lembre-se: a viagem não vai acontecer sem esforço e comprometimento. E você não quer chegar em dezembro de 2016 pensando que mais um ano se passou e você não viajou, não é mesmo?

Amanda escreve sobre viagens. Acompanhe o blog e suas aventuras através do Facebook em Amanda Viaja ou no Instagram @amandanoventa.

 

Posts relacionados:

Os 10 melhores lugares para viajar em 2016

10 maneiras de economizar dinheiro para viajar

As 4 maiores desculpas para não viajar e como superá-las