Como criar coragem para viajar sozinho
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Como criar coragem para viajar sozinho

amandanoventa

16 Novembro 2014 | 23h07

viajar-sozinho

Essa semana embarco para a Patagônia e Ushuaia sozinha. Ninguém me ajudou a planejar a viagem, não terá ninguém para ir comigo até o hostel quando eu chegar lá à uma da manhã, ninguém para me ajudar a pensar onde ir, ou para rir do meu portunhol, ninguém para comentar sobre tudo o que vejo. NIN-GUÉM.

Ninguém até o momento em que eu conhecer uma turma nova no hostel, um gringo em perdido em alguma trilha, um brasileiro também esperando o voo no aeroporto e, assim, voltar cheia de novos amigos achando que aquela foi a melhor viagem que eu já fiz. Viajar sozinho é assim: você vai e encontra pessoas pelo caminho que deixam a sua viagem mais especial. Ou então não encontra tantas pessoas assim, mas acaba encontrando a si mesmo. E volta se achando mais corajoso, mais independente, mais sem limites.

E a verdade é que a coragem para viajar sozinho está muito mais relacionada à sua autoconfiança do que a qualquer risco. Você acaba tendo mais medo de como se sentirá sozinho do que a possibilidade de acontecer algo ruim.

Mas para te dar um pouco mais de coragem, separei algumas questões básicas para você resolver consigo mesmo antes de ir”

Mas para te dar um pouco mais de coragem, separei algumas questões básicas para você resolver consigo mesmo antes de ir:

Pare de se sentir vítima porque ninguém quer viajar com você

Seus amigos não têm obrigação nenhuma de viajar com você. Cada um tem seus compromissos e vontades. Parar de sentir autopiedade é o primeiro passo para conseguir fazer uma solo trip. A segunda é ter atitude para partir. Se você deixar de viajar porque não tem companhia, a culpa será só sua e de mais ninguém. Portanto, pare de culpar o mundo por não satisfazer os seus desejos.

Pare de se preocupar com o que os outros vão pensar de você

O que te preocupa? As pessoas acharem você uma encalhada, que não tem ninguém para acompanhar na viagem? Ou acharem que você não tem amigos? Ou que você é esquisito porque faz coisas sozinho? Se você ainda está preocupado com o que os outros pensam a ponto de não viajar por isso, talvez realmente você ainda não esteja preparado para uma viagem dessas. Viajar sozinho é coisa pra gente madura, independente e, principalmente, autoconfiante. Portanto, primeiro você tem que se resolver com você mesmo. Para te ajudar, posso dizer que durante a viagem ninguém vai pensar nada de você. Tem mais gente viajando sozinho do que você imagina. Além disso, os que ficam e criticam, geralmente têm inveja da sua coragem.

Você não precisa ir para lugares desertos

Como será a sua primeira vez viajando sozinho, você não precisa escolher lugares difíceis. Comece pelo óbvio, lugares com grande número de turistas, de fácil acesso, onde se sinta mais confortável com o idioma. Depois que você aprender como se sente numa viagem dessas e como se organizar, pode começar a explorar lugares mais complicados.

Se organize e faça um bom planejamento para se sentir mais seguro

Quando você começa a se organizar e planejar a viagem (pesquisando sobre o lugar, onde se hospedar, conversando com outras pessoas que já foram, verificando como se deslocar de um lugar para outro), você passa a se sentir mais seguro para viajar. É como se você estivesse com a viagem na ponta da língua! Imprevistos podem acontecer, mas diante de um bom planejamento os riscos são menores. Eu sempre digo que é bom não se planejar demais para poder se surpreender durante a viagem. Mas para aqueles que ainda precisam de coragem para fazer uma solo trip, planejar bastante só ajuda a trazer autoconfiança. Portanto, organize-se.

Se você deixar de viajar porque não tem companhia, vai acabar gastando seu dinheiro em coisas que não valem a pena

Agora que você tem dinheiro para viajar, não tem ninguém para ir junto, não é?! Mas, pior do que isso, é usar esse dinheiro para comprar tranqueiras que você não precisa. Viajar é preciso, comprar futilidades não é preciso. Portanto, invista esse dinheiro em algo que você realmente queira fazer – e se você está lendo esse texto, imagino que seja viajar.

O que acontece depois que você supera esse medo

Viagem passa a ter um novo conceito pra você. Viajando sozinho você tem mais tempo para apreciar o que encontra pelo caminho além de poder fazer o que quiser quando quiser. Depois de uma viagem dessa, vai ser até mais difícil viajar com companhia. Mas principalmente, vai ser mais difícil deixar de viajar por falta dela. A sensação será a de que nada mais impede você de viajar. Porque dinheiro a gente trabalha e consegue; se estiver difícil planejar, dá pra recorrer a uma agência; e tempo sempre vai haver no mínimo 4 semanas de férias ao ano. Mas ter companhia para viajar é diferente, pois é a única coisa que não depende de você. Só que, felizmente, você também não depende dela. Portanto, vá. E se der medo, vai com medo mesmo.

Amanda escreve sobre viagens. Acompanhe suas aventuras através do Facebook em Amanda Viaja e pelo Instagram @amandanoventa.

 

Foto: arquivo pessoal da autora e não pode ser reproduzida sem autorização prévia.