Quatro ilhas da Tailândia serão fechadas por excesso de turistas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Quatro ilhas da Tailândia serão fechadas por excesso de turistas

amandanoventa

30 Maio 2016 | 08h46

tailandia-amanda-viaja

Um dos destinos mais procurados pelos brasileiros ultimamente, a Tailândia, está tendo alguns probleminhas com o excesso de turista.

Não dá pra dizer que isso é uma surpresa. No fim do ano passado passei um mês na Tailândia, incluindo no roteiro algumas das ilhas mais populares do país. É tudo lindo, mas quando encontrei as praias lotadas de barcos, turista e sujeira achei que aquilo não poderia dar certo.

Escrevi um post sobre isso, levantando algumas sugestões para que a Tailândia partisse para um modo de turismo sustentável onde todo mundo sai ganhando – o meio ambiente e o turista.


Felizmente, a maioria dos leitores pensou comigo (não que a gente pudesse fazer alguma coisa na prática, mas a conscientização do problema é o primeiro passo). Houve também aqueles que não entenderam nada e preferiram usar o mais burro dos clichês de “se não gosta de lugar lotado, não saia de casa”. Sejamos inteligentes, não é assim que o turismo funciona. Sejamos humanos, precisamos pensar no meio ambiente.

E quando eu achava que a Tailândia já estava perdida e que estavam mais preocupados com o dinheiro do turismo que andou bombando nos últimos tempos, recebo notícias de que tem alguém por lá pensando na sustentabilidade sim.

Primeiro o New York Times veio com o anúncio do governo tailandês de que a ilha de Koh Tachai (na província de Phang Nga) vai fechar por tempo indeterminado em uma tentativa de proteger a ilha de danos ambientais irreparáveis causados pelo excesso de turistas. A destruição dos corais é um deles.

Durante a alta temporada, a ilha estava recebendo centenas de turistas diariamente sendo que a capacidade deveria ser de apenas 70.

Depois do anúncio da ilha de Koh Tachai, veio outro de que mais três ilhas vão fechar, dessa vez na província de Phuket – Koh Khai Nok, Koh Khai Nui e Koh Khai Nai – também pelo mesmo problema.

O Departamento de Recursos marinhos e costeiros da Tailândia disse que 80% dos corais das ilhas de Phuket já foram degradados. Os especialistas dizem que as principais maneiras de degradação incluem as lanchas que ancoram nos corais, restaurantes e lojas produzindo lixo, turistas caminhando pelos corais, alimentando animais e tirando-os da água para fotos.

Além de serem fechadas para passeio, as praias também passarão por uma limpeza. Imagine que diariamente 60 lanchas carregadas de turistas chegavam nessas ilhas!

E, se continuar nesse ritmo, não duvido que praias mais populares como Maya Bay e James Bond Island passem por um período de conservação também, antes que seja tarde. O turismo nessas praias está entre as coisas mais horripilantes que já vi durante uma viagem e acho provável que precisem de um plano de sustentabilidade urgente.

Foto da Maya Bay tirada por www.intepinkandgreen.com

Foto da Maya Bay tirada pela www.intepinkandgreen.com

A Tailândia deve receber ainda esse ano 30 milhões de turistas. Mas o líder de conservação marinha da já disse: “Nós podemos conservar e resistir ao turismo impróprio. Esta é a esperança para a sustentabilidade no nosso país”. Que alívio saber que tem alguém na Tailândia pensando nisso.

Acompanhe o blog e as aventuras de Amanda através do Facebook em Amanda Viaja e pelo instagram @amandanoventa.

 

Posts relacionados:

As 10 praias mais bonitas do mundo

Turista morre ao andar em elefante na Tailândia. Você ainda culpa o elefante?

Leonardo DiCaprio pode ser impedido de entrar na Indonésia