As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ninguém sabe tudo sobre viajar

amandanoventa

27 Setembro 2017 | 21h51

Eu ri, ri muito e julguei o casal de brasileiros que colocou os apelidos “Princezona” e “Amorzão” na passagem aérea (se você estava fora do planeta Terra na semana passada, a história é essa aqui). Pensei tudo o que você pensou: “pô, nem isso eles sabiam em espanhol?” ou “mas eles moram há nove meses na Irlanda e ainda precisam traduzir o site para espanhol ou português?”. É inevitável. Está na nossa alma de sabichão julgar um erro desses.

Aí passou uns dias, a história quase esquecida e pensei: a verdade é que ninguém sabe tudo sobre viajar.  Eu vivo um dilema eterno com essa minha carreira de blogueira porque não tem como dizer às pessoas: “olha, eu sou graduada no assunto e posso te dizer que existem algumas maneiras de você se sentir mais segura viajando sozinha” ou então “no meu curso eu aprendi que dá para você antecipar o seu voo doméstico no Brasil sem custo nenhum”.

Tudo o que eu aprendi foi através das minhas experiências pessoais. Aprendi que ‘apellido’ em espanhol é sobrenome porque já preenchi inúmeros formulários como o que eles preencheram. Não porque eu estudei. E  também cometi muitos erros bizarros como esse até aprender como é a melhor maneira de se fazer tal coisa. Virei blogueira, supostamente expert no assunto, e continuo errando (e aprendendo).


Viajar é algo pessoal, intransferível e subjetivo. Não existe, por exemplo, “o melhor lugar”, “a melhor maneira” porque cada um tem uma experiência diferente. E quanto mais você viaja, mais “pega prática” e aprende os macetes. Você acha que Amorzão e Princezona vão cometer esse erro novamente? Dificilmente. Mas que foi engraçado, foi…

Amanda viaja e escreve sobre viagens. Acompanhe através do instagram @amandanoventa e pelo Youtube e Facebook em Amanda Viaja.

 

Notícias relacionadas