Cinco mega produtos que ninguém sabe que são portugueses

Margarida Vaqueiro Lopes

03 Fevereiro 2016 | 14h10

Tal como acontece com muitos povos, nós também temos alguns problemas de auto-estima aqui na terrinha – como se viu, aliás, com o problema que muita gente teve quando leu ‘terrinha’ numa matéria d’o Globo, verdade?

Mas a verdade, é que os portugueses, apesar de não parecer, até são caras bastante inteligentes e com muitas qualidades – que vão bem além de fazer um ótimo pão e terem ótimas padarias, eheh! Juntei alguns exemplos para vocês verem como tenho razão.

Por exemplo, vocês sabiam que o caixa automático, em Portugal, é um dos mais evoluídos do mundo? Aqui, para além de sacar dinheiro, você pode usar o caixa (durante 24 horas e sem pagar taxa alguma seja qual for o seu banco) para: comprar ingressos para concertos; bilhetes de trem; carregar o Bilhete Único (que aqui a gente chama de ‘Passe’); pagar uma licença de caça; colocar créditos no celular entre um monte de outras operações…legal, né? Super prático, barato e péssimo para nos criar maus hábitos, ehehe.

O sistema de Via Verde, que permite o pagamento automático de pedágios, também saiu das cabecinhas desse povo. Somos líderes europeus na utilização desse sistema, e já há milhares de carros com ele instalado. Prático, rápido, seguro. Além de permitir pagar pedágios, a Via Verde permite ainda entrar em parques de estacionamento sem ter que parar para retirar bilhetinho, pagar bilhetinho na máquina automática, não ter dinheiro para o fazer, voltar para sacar dinheiro, depois a máquina não aceitar notas…enfim. Em lugares como o aeroporto e shoppings é super útil e prático.


O papel higiénico mais sexy do mundo, aquele que é preto, foi criado e patenteado pela Renova, empresa portuguesa com mais de quarenta anos. De repente há papel higiénico à venda no Harrod’s só porque alguém se lembrou que afinal aquilo também pode ser arte. Custa uma fortuna cada rolo (uns 3 ou 4 euros, qualquer coisa como entre 13 a 17 reais), mas faz um figurão. Até há quem ofereça pacotes de rolos de papel higiénico de presente 🙂

0000189_black_toilet_paper.png

Imagem Renova

 As sungas que o Michael Phelps usou nos Jogos Olímpicos de Pequim – onde ganhou OITO medalhas de ouro – para competir é de uma marca portuguesa, a Petratex. Toda a produção é portuguesa e a empresa vende têxteis a algumas marcas bem conhecidas do mundo da moda e do desporto.

Sabe aquele papel de xerox que nunca é legal? Que ou fica húmido, ou fica amachucado, ou é demasiado grosso ou demasiado fino, que às vezes é transparente, outras branco, outras beije? Pois é. Portugal é líder mundial de produção desse tipo de papel de qualidade. A empresa é totalmente nacional, tem muuuitos anos (Portucel) e está presente em dezenas de países. Olhe bem aí na sua mesa porque pode ter uma folhinha premium com carimbo da terrinha.

Legal, né? Claro que a gente também faz um pastel de bacalhau (o que vocês chamam de bolinho) ótimo e temos os verdadeiros pastéis de Belém. Mas desses acima aposto que muitos vocês não sabiam 🙂