Páscoa molhada é Páscoa abençoada?

Margarida Vaqueiro Lopes

29 Março 2018 | 11h53

Passei a semana pensando que ia escrever sobre o incrível regresso da Primavera a Portugal e sobre como já tinha começa a época em que melhor sabemos receber turistas: com sol, com lugares legais para tomar um chope com vista para a montanha ou o campo, com passeios na natureza, enfim. Mas aí, veio o alerta: as temperaturas vão descer novamente, o sol vai embora e os avisos para a possibilidade de tempestades no mar voltaram a ser constantes. Parece que, em Portugal, a Páscoa vai mesmo obrigar todo o mundo a ficar em casa, com um monte de chuva a vir estragar os planos para passeios no exterior.

Apesar de o vento ser fraco, a verdade é que as temperaturas mínimas serão de 10 graus em todo o país, o que convida mais a visitar um bom museu do que a ir conhecer o novo Dino Parque, que abriu recentemente numa cidadezinha a uns 80km de Lisboa.

Tem ainda aquele roteiro meio ‘clássico’, que é uma visitinha aos vários palácios maravilhosos que existem em Portugal, e que ajudam a esquecer que lá fora está mau tempo. E apesar de ser meio óbvio, a verdade é que muitas vezes a gente esquece de olhar para esse património entre os tantos musus, restaurantes, passeios pedestres e atividades várias que agora chegam em Portugal.

Começando a norte, por exemplo, vale a pena ir até ao Palácio da Brejoeira, bem no limite norte do país, onde pode encontrar uma quantidade de informação louca sobre Monção – a famosa região dos vinhos verdes! A arquitetura é maravilhosa e tudo foi preservado com muito carinho e muito gosto.


Um pouco mais abaixo, e também ligado a uma família de vinhos, o Palácio da Casa de Mateus é um postal autêntico. Pode visitar a casa, a capela, as adegas e os jardins, e descobrir não só um património incrível sobre a família Mateus como também sobre a o próprio país.

Se estiver um pouco mais no centro, o Palácio do Correio-Mor, em Loures, é pertença do Estado português e um dos melhores exemplos das antigas quintas reais dessa região. Foi recuperado há uns anos, e foi palco de uma recepção ao duque de Edimburgo durante uma passagem por Portugal.

A sul, não deixe passar a oportunidade de conhecer o Palácio de Vila Viçosa, conhecido por ‘Paço Ducal’ onde reis e rainhas construíram parte da história desse país. Tem visitas guiadas para quem quer conhecer toda a história e é uma verdadeira viagem no tempo. O tempo poderá estar mais frio, uma vez que a região fica no interior do país, mas lá dentro não tem chuva que chegue. Há vários séculos, aliás.

E é isso. Boa Páscoa!

Acompanhe o Sambando no Facebook e no Instagram

Mais conteúdo sobre:

PaláciosPortugalPáscoa