Portugueses convidados a comprar pixéis de quadro neo-clássico

Margarida Vaqueiro Lopes

28 Outubro 2015 | 15h31

Há vários países do mundo que têm essa tradição, mas Portugal nem por isso. Fazer um crowdfunding para comprar uma obra de arte é algo inédito que está acontecendo no país, e em menos de 24 horas, os portugueses já compraram 12% da obra “Adoração dos Magos”, de um importante pintor português.

Essa tela de Domingos Sequeira está na posse de um particular, descendente do primeiro duque de Palmela, mas o Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA) quer muito ter a obra, bastante relevante para a História de Arte portuguesa. Foi pintada em 1828, quando Domingos Sequeira estava em Roma, e foi comprada pelo duque de Palmela à filha do próprio pintor, em 1845.

O atual proprietário está disposto a vendê-la, por 600 mil euros (cerca de 2,5 milhões de reais). Problema? O MNAA não tem esse dinheiro e com a crise que desde 2008 atacou o país, o Estado não libera verbas para cultura ou arte – na verdade, o anterior Governo acabou com o ministério da Cultura que só agora está surgindo novamente.

Mas a direção do Museu não desistiu e lançou uma campanha de crowdfunding, à semelhança do que fazem muitos espaços nos Estados Unidos, França ou Itália. Através desse site aqui você pode selecionar qual a parte do quadro que quer financiar – legal como todo o mundo foi escolhendo os rostos, né? –, e fazer uma doação. O quadro vai-se iluminando à medida que vai sendo angariado dinheiro o que ajuda a ter uma ideia de quanto falta para que o MNAA consiga ter a obra no seu espólio. Até Abril é possível fazer doações – daí do Brasil também! Imagine fazer uma viagem a Portugal e ver seu pedacinho de quadro no museu J


Basicamente, se cada português contribuísse com seis cêntimos de euros, a gente conseguiria comprar o quadro. Atualmente já houve até doações dos Estados Unidos. Vai dizer que não dá vontade de comprar um píxel?