Seis mitos sobre Portugal e os portugueses

Seis mitos sobre Portugal e os portugueses

Margarida Vaqueiro Lopes

11 Agosto 2017 | 06h45

Vinho verde

É um clássico chegar em Portugal e perguntar se a gente vai pedir vinho verde para a refeição. E é outro clássico a pessoa se admirar por a gente dizer que em Portugal, ninguém bebe tanto vinho verde quanto as pessoas acreditam. O vinho verde, produzido entre os rios Douro e Minho, é fácil de beber, leve e frutado. Mas é mais fácil encontrar a galera pedindo um copo de vinho branco da região de Lisboa ou até do Douro do que escolher um vinho verde. Porquê? Hábitos, eu acho. Assim, não pense que a gente bebe Casal Garcia – o mais conhecido aí, não é mesmo? – todo o dia 😉 Por outro lado, a gente bebe vinho quase todo o dia, sim…

 


Bacalhau

É verdade que a gente come bastante bacalhau, e que facilmente qualquer pessoa faz um bacalhau para comer em casa. E que nos restaurantes sempre tem um prato bacalhau. Ou seja, para a gente, o bacalhau é o vosso arroz com feijão: mesmo que você não queira comer, sempre existe a opção. Mas não é verdade que a gente coma bacalhau todos os dias! A nossa alimentação é bastante variada – obrigada, dieta mediterrânica – e até tem quem não curta bacalhau. Incrível, não é? J

Nomes

Apesar de praticamente todas as mulheres terem Maria no nome – seja primeiro ou segundo –, nem todos os homens chamam Manuel. Uma amiga carioca me garante que o nome mais comum para homem, aqui, é Nuno. Ou João. Sempre tem um João na sala.

Fado ou Roberto Leal

Como já deu para ver por textos meus anteriores, na verdade em Portugal a gente é fã de vários estilos musicais – temos alguns dos Festivais de verão mais legais da Europa e recebemos, todos os anos, alguns dos artistas mais aclamados do mundo em diversos estilos. Há casas onde Fado e Roberto Leal nunca foram escutados… Ver-da-de!

Piadas

Pela milésima vez, os portugueses não fazem piadas com brasileiros! Pelo menos não tantas como fazem com alentejanos – os portugueses que vivem na região a Sul de Lisboa.

Português

Apesar de muitos brasileiros se sentirem um pouco ofendidos porque num primeiro momento os portugueses podem fingir que não entendem o que estão pedindo – as diferenças linguísticas são reais! – a verdade é que 90% dos portugueses entende perfeitamente. Desde os anos 1970 que a gente consome novelas brasileiras, o que significa que estamos bem acostumados ao sotaque e às palavras diferentes. Então, todo o mundo vai saber que você está falando do frigorífico quando fala ‘geladeira’ ou que está querendo uma imperial quando pede um ‘chope’. Pode acontecer que pegue um português mal educado ou que simplesmente queira brincar com você. Mas não acredite se ele disser que não entende…

 

Continue Sambando no Facebook e no Instagram do blogue.

Mais conteúdo sobre:

mitosportuguesesbrasileiros