Uma fábrica de hamburgueres

Margarida Vaqueiro Lopes

26 Setembro 2016 | 10h46

© 2016 Sambando em Lisboa. All Rights Reserved

O hamburguer meio que virou moda aqui em Lisboa: tem hamburger gourmet, hamburguer clássico, hamburguer americano, hamburguer sei lá mais o quê…toda a desculpa é boa para comer um, sobretudo se vier acompanhado de fritas bem salgadas (no meu caso) e por um preço simpático.

A capital portuguesa está cheiinha de novas e não tão noca casas de hamburgueres, para todos os gostos e todas as carteiras. Tem os da moda, nos bairros da moda e com os preços (altíssimos) da moda; tem os que já existiam, nos restaurantes velhinhos com fritas caseiras (nham nham) e tem os mais alternativos para público também mais alternativo, como é o caso da ‘Burger Factory’ que fica – imaginem onde… – na Lx Factory, o reduto dos criativos com espaços de co work que são um sucesso e que permitiram revatilzar uma antiga fábrica que estava abandonada na cidade. Mas adiante que o assunto é comida!

Na Burger Factory, um dos meus lugares favoritos para almoçar – tem uma zona exterior bem legal – o serviço não é lá essa coisa, porque às vezes é bem lento, mas os nomes dos pratos são tão divertidos e a comida tão boa que vale a pena a espera. As doses são muito bem servidas e vêm sempre acompanhadas de fritas com casca. Eu aconselho beber uma limonada ou uma boa cerveja fresca!


Vamos aos nomes. Então, tem o hamburguer mais simples, o ‘Estalo’ (seria um tapa, em português do Brasil), que acompanha apenas com queijo, alface e tomate. Mas depois tem o ‘Sorriso’, com pão ralado, queijo, bacon e maionese de alho (como não sorrir, né?). Tem ainda o ‘Gostoso’ que tem cebola roxa, compota de frutos silvestres e queijo, ou o ‘Apaixonado’ com picles, azeitonas, tomate picado… Agora imaginem como é divertido fazer esse pedido: “Moço, me vê um Sorriso e um Gostoso, por favor? Ah, e um Estalo, também?” Adoro!

Além disso, pode escolher um hamburguer feito com frango ao invés de com carne de vaca, e tem ainda uma opção vegatariana.

Para quem curte um programa de cidade alternativo às rotas turísticas que sempre incluem a Torre de Belém, o Arco da Rua Augusta e a Sé Catedra, vale a pena passar uma manhã conhecendo a Lx Factory, vendo os vários murais que artistas renomados já lá deixaram e explorando as lojinhas e restaurantes que foram aparecendo. Apesar de os preços serem ainda um pouco inflacionados, a Burger Factory é um daqueles que acho que realmente valem a pena. Vão lá experimentar e me avisem 😉

Acompanhem o blogue no Instagram e no Facebook

Mais conteúdo sobre:

Burger FactorycomidaLx Factory