Verão em Portugal com as melhores bandas

Verão em Portugal com as melhores bandas

Margarida Vaqueiro Lopes

17 Julho 2017 | 07h37

© 2017 Sambando em Lisboa. All Rights Reserved

Já aqui falei dos Festivais de Verão e de como Portugal se tem afirmado na Europa dos principais destinos para os amantes de música. Esse ano, a temporada dos Festivais de Verão já começou há um tempo e tem sido um sucesso – claro que uns mais do que outros, mas de modo geral, todos eles têm tido casa cheia.

Há duas semanas (6 – 8 de Julho), o passeio Marítimo de Algés, bem no limite da cidade de Lisboa, lotou durante os três dias para escutar bandas como The Weeknd, Depeche Mode, Alt- J, Foo Fighters, The Kills, Imagine Dragons ou The Cult. Cerca de um quarto do público do NOS Alive veio de fora do país.

Logo na semana seguinte (13-15 Julho), o Super Bock Super Rock encheu o Parque das Nações, um lugar que tem menos “ambiente” de Festival, mas que também tem dado certo. O primeiro dia esgotou direto, com Red Hot Chilli Peppers encabeçando o cartaz – há 11 anos que a banda não dava um show em Portugal e era super aguardada. Houve ainda Fatboy Slim, Deftones e London Grammar.


Mais a Norte, entre 14 e 16 de Julho, em Vila Nova de Gaia, Scorpions foram a grande atração do Meo Marés Vivas . Subiram ao palco no dia 15, e deixaram porta aberta para o regresso de Sting a Portugal, no dia 16. As bandas Bastille, Lukas Graham e o brasileiro Seu Jorge foram outras das presenças. Em Junho (8-10), o Porto tinha recebido o NOS Primavera Sound, o irmão gêmeo do Primavera Sound que acontece há 15 anos em Barcelona. É considerado um dos melhores festivais nacionais: esse ano trouxe Justice, Bom Iver, Metronomy e Aphex Twin, por exemplo.

Em Agosto, há dois grandes festivais por acontecer: o Vodafone Paredes de Coura, que acontece na cidade com o mesmo nome (distrito de Viana do Castelo, já pertinho da fronteira com Espanha, lá bem no norte do país) e que se caracteriza pelo ambiente natural em que acontece, com o rio Taboão ajudando a refrescar a galera. Esse ano, passam ali nomes como Foals, Ty Segall, Benjamin Clementine, Beach House, BadBadNotGood, Nick Murphy e Future Island [e ainda há bilhetes, se por acaso quiser ver como se processa um dos mais antigos e legais festivais de música do País]. É de 16 a 19 de Agosto.

E, claro, falta ainda o MEO Sudoeste, de 1 a 5 de Agosto, em Zambujeira do Mar, uma das mais incríveis cidades do litoral Alentejano e que esse ano chama artistas como The Chainsmokers, DJ Snake, Lil Wayne, Jamiroquai ou Mac Miller. Também, ainda há bilhetes disponíveis – e uma quantidade de acordos com transportes públicos que podem levar você lá.

Deixei em cada nome de Festival a ligação para os sites próprios dos eventos, onde você pode também encontrar as informações relativas às próximas edições (naqueles que já aconteceram), para programar as suas férias. É que, e pensando nos bilhetes mais caros (os do NOS Alive), você não paga mais do que 129 euros para assistir a todos os shows. Estamos falando de algo como 470 reais [ou seja, metade do preço cobrado para uma entrada completa no Lollapalooza, que tem menos um dia].

Fica o convite para participar num deles, aqui em Portugal! – além de que a comida segue sendo incrível mesmo sendo street food. Não dá para resistir, dá?

Continue Sambando no Facebook e no Instagram do blogue.