Aos turistas também boleiros
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Aos turistas também boleiros

Bruna Tiussu

28 Abril 2010 | 15h10

Embalada pela quarta-feira de decisões no mundo futebolístico, pensei em um post que lembrasse novamente a boa amizade entre o esporte e o turismo. Afinal, os estádios se erguem cada vez mais imponentes e, mesmo entre tantos atrativos, chamam a atenção como verdadeiros templos modernos. Sem contar que estar em um estádio, rodeado por torcedores vibrando pelo seu time com os nervos totalmente à flor da pele, conta muito sobre a cultura do local.

Se estivesse em Barcelona, hoje, recusaria qualquer convite para qualquer programa cultural, gastronômico ou de aventura agora à tarde. Certamente teria me programado para ir ao Estádio Camp Nou assistir à semifinal da Copa dos Campeões, duelo de craques do Barça e da Inter de Milão. 

Estádio Camp Nou, em Barcelona. Foto: Albert Gea/Reuters

Estádio Camp Nou, em Barcelona. Foto: Albert Gea/Reuters

 


O futebol, na minha opinião, já empolga por si só, mas poucas coisas me fazem sentir tão integrada na rotina cultural de um povo quanto o contato com o esporte. Nesse ambiente o cara do seu lado é amigo íntimo desde o princípio, vocês torcem e vibram juntos. Em pouco tempo você já aprendeu as musiquinhas e as gírias. É quando você chega a esquecer que é estrangeiro.

Se por acaso a luta por um ingresso não for satisfatória, recomendo ainda as visitas guiadas pelos estádios. Vale também para os que não são aficionados pelo esporte, pela simples curiosidade. No caso espanhol, o país tem estádios com belíssima arquitetura, alguns super novos e a maioria abriga também um museu. O do Real Madri, no Estádio Santiago Bernabéu, por exemplo, recebe quase o mesmo número de turistas por ano que o famoso Museu do Prado.

Mais conteúdo sobre:

EspanhaestádiofutebolViagem