Apesar de não ter neve, Brasil também tem algumas entusiasmadas celebrações natalinas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Apesar de não ter neve, Brasil também tem algumas entusiasmadas celebrações natalinas

Felipe Mortara

19 Dezembro 2011 | 08h13

Fogos diante da Catedral de Pedra, em Canela. Foto Mara Cardoso/Divulgação

Por Felipe Mortara

Ao contrário das comemorações no Hemisfério Norte, o Natal brasileiro não tem a mínima chance de ter neve. Nem em bonecos, quanto mais caindo do céu. No entanto, algumas cidades ganharam fama nos últimos anos fazendo eventos comemorativos que não ficam devendo em nada para as grandes celebrações do exterior.


Famosa por sua temporada de inverno, a Serra Gaúcha costuma investir em atrações também no verão. Gramado realiza há mais de 20 anos o Natal Luz, que nesta edição termina em 15 de janeiro, reunindo todas as tardes e noites uma variedade de atrações, de música e luzes.

Uma das mais disputadas atrações é a Nativitaten, uma surpreendente ópera a céu aberto encenada às margens do lago Joaquina Rita Bier, com cantores líricos e um coral de mais de 100 vozes posicionados em balsas espalhadas pela água. Chamas de fogo saem de dentro do Lago, chafarizes de água desenham formas em meio a raios laser, fogos de artifícios costuram os temas do início ao fim.

Menos incrementado que o da cidade vizinha, o Sonho de Natal, promovido pela Prefeitura de Canela, também reúne espetáculos de artistas locais, e também o Show de Som e Luz, que, totalmente sincronizados, fazem a Catedral de Pedra e a Av. Felisberto Soares literalmente “dançarem” ao som de uma trilha emocionante. As apresentações acontecem de segunda a quinta-feira as 21 e 22h; às sextas-feiras, sábados e domingos também às 23h. O evento Canela em Festa, que acontece paralelamente, reúne artesãos e pequenos produtores rurais da região, que oferecem todo tipo de especialidade europeia.

Não há como falar de Natal nesse País e não lembrar do coral de meninos e meninas estrategicamente distribuídos pelas janelas do pelo prédio de esquina do Palácio Avenida, em Curitiba. Este ano, o Natal HSBC reuniu milhares de pessoas em apresentações diárias. A última apresentação ocorreu domingo (18).


Galeria de Luz, em Curitiba. Foto Jaelson Lucas/Divulgação

Mas ainda dá tempo de conferir a Galeria de Luz, espetáculo composto por uma sequência de arcos e portais luminosos que proporcionam efeitos de perspectiva e profundidade. O projeto foi desenhado pelo artista italiano Valerio Festi, reconhecido por seus trabalhos no exterior, como a arquitetura de luz das Galeries Lafayette, em Paris. As mais de 50 mil lâmpadas utilizadas criam desenhos que se revelam a cada passo do público. Até 6 de janeiro na Rua XV de Novembro, no Centro.