As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Após vulcão, Bariloche anuncia plano para salvar temporada de inverno

Mônica Nóbrega

28 Junho 2011 | 20h08

Na esteira das dificuldades causadas pelas cinzas do Vulcão Puyehue, a Argentina anunciou hoje seu plano para evitar que Bariloche sofra uma debandada de brasileiros neste início de temporada de inverno. As medidas foram elaboradas pelo Inprotur, o órgão oficial de turismo do país, pela empresa aérea Aerolíneas Argentinas e por representantes dos hotéis da estação de esqui mais frequentada pelos viajantes verde-e-amarelos.

A reabertura do aeroporto de Bariloche está prevista para 9 de julho, se não existirem mais imprevistos naturais até lá. Enquanto isso, de sexta-feira (dia 1.º) até o dia 8, os turistas que compraram pacotes para a estação de esqui serão levados aos aeroportos de Neuquén (a 430 quilômetros de distância) e Esquel (a 280 quilômetros), após escala em Buenos Aires. E, então, seguirão até Bariloche em ônibus fornecido pelo governo local.

Para garantir as vendas, os hotéis da cidade estão trabalhando com descontos de 30% nas diárias, disse o representante dos hoteleiros locais, Hugo de Barba. Nos centros de esqui, as tarifas estão com preços de média temporada, cerca de 20% mais baixas. Tudo para manter a previsão de 30 mil turistas brasileiros esperados na estação gelada em Bariloche.

Notícias atualizadas sobre as cinzas do Vulcão Puyehue e a temporada de inverno estão no site oficial de Bariloche.