Balões dão boas-vindas à primavera em Teotihuacan
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Balões dão boas-vindas à primavera em Teotihuacan

Mônica Nóbrega

21 Março 2010 | 20h24

As monumentais pirâmides de Teotihuacan, nos arredores da Cidade do México, ganharam neste domingo a companhia de coloridíssimo balões de ar quente para celebrar a chegada da primavera no Hemisfério Norte.

Balões sobrevoam a Pirâmide do Sol, no México. Fotos Henry Romero/Reuters

Balões sobrevoam a Pirâmide do Sol, no México. Fotos Henry Romero/Reuters


Exemplares divertidos encheram os ares, como o modelo espantalho...

Exemplares divertidos encheram os ares, como o modelo espantalho...

... e o castelo

... e o castelo

Acredita-se que Teotihuacan tenha sido erguida um século antes de Cristo por um povo do qual se tem pouquíssima informação. Abandonada por volta de 750 d.C. graças a alguma catástrofe ou surto de doença, a cidade teria sido encontrada pelos astecas no século 13. Suas pirâmides, templos e estádios viraram, então, um centro de peregrinação.

Centenas de turistas e moradores seguiram para o sítio arqueológico para assistir ao espetáculo dos balões. A maioria se encheu de disposição para subir os 248 degraus até o topo da Pirâmide do Sol, uma das maiores do mundo com 63 metros – metade da altura da Pirâmide de Gizé, no Egito.

Aos pés da Pirâmide do Sol, visitantes participaram de rituais supostamente capazes de energizar corpo e alma. O Instituto Nacional de Antropologia e História do México afirma que não há qualquer comprovação científica do poder energizante do equinócio em Teotihuacan. Mas os visitantes não pareceram se importar, como mostra a foto.

Ritual energizante aos pés da Pirâmide do Sol. Foto Mario Nulo/EFE

Ritual energizante aos pés da Pirâmide do Sol. Foto Mario Nulo/EFE

Você se importaria?