Camas confortáveis para se recuperar das trilhas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Camas confortáveis para se recuperar das trilhas

Fabio Vendrame

18 Março 2014 | 03h30

Que tal começar – ou terminar – a temporada na região acomodado em hospedarias cheias de charme, boa comida e mimos para os hóspedes? Conheça os nossos eleitos

Alcino Estalagem & Atelier: ótimo café da manhã – Foto: Felipe Mortara/Estadão

LENÇÓIS

Antes ou depois das trilhas – principalmente depois –, uma boa cama vem a calhar. E Lençóis, o epicentro do ecoturismo na Chapada Diamantina, reúne opções de qualidade para quem precisa de conforto depois dos dias rústicos no Vale do Pati. Uma boa novidade é que a Secretaria de Turismo de Lençóis criou um software de controle de hospedagem para os hotéis, que ajuda visitantes de última hora indicando em quais hotéis e pousadas há vagas. Abaixo, nossos escolhidos.


Hotel Canto das Águas. Além de seguir preceitos de sustentabilidade, seu restaurante, o Azul (que oferece um belo visual da cidade), tem status de ponto turístico. Ali são servidas de criações com ingredientes locais a receitas internacionais. Para os hóspedes, quartos com vista para o Rio Lençóis ou para a elegante piscina que serpenteia pelo jardim. Para relaxar os músculos cansados das trilhas, pergunte pela massagista Márcia Magalhães (desde R$ 100). Desde R$ 370.

Hotel de Lençóis. Com ares coloniais, a hospedagem mais tradicional da cidade fica em uma área de quatro hectares. Conta com uma bela piscina e quartos com varanda, rede e pé-direito alto. O restaurante Roda d’Água serve delícias como o godó (R$ 33), prato típico garimpeiro com carne seca e farofa de banana. As refeições são sempre acompanhadas por passarinhos coloridos e macaquinhos fãs de frutas. Diárias a partir de R$ 290.

Alcino Estalagem & Atelier. A fama do café da manhã é merecida e, mesmo quem não fica aqui, merece uma refeição avulsa (R$ 35). O que o carioca Alcino Caetano oferece é uma acomodação nos fundos de sua própria casa, antigo edifício que ele comprou destruído e reconstruiu baseando-se em fotos antigas. Um primor. Perto do jardim, entre redes e árvores, fica seu ateliê, onde produz peças em cerâmica e azulejos decorados. Desde R$ 150.

Hotel Portal de Lençóis. O estilo é portentoso, com várias alas e arquitetura arejada. E a piscina é ótima para quem vai com crianças. Os mais velhos também se divertem: não se espante se o lobby repentinamente se transformar num salão de baile (vi acontecer). Fica a uma caminhada puxada do centro, mas pertinho da cachoeira do Serrano. Desde R$ 173. /FELIPE MORTARA

VEJA TAMBÉM:

Trekking no Vale do Pati

Um parque de diversão natural