De patins, sobre o gelo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

De patins, sobre o gelo

Adriana Moreira

13 Dezembro 2010 | 16h07

São Paulo inaugurou, semana passada, sua pista de patinação de gelo ao ar livre (e de graça) no Vale do Anhangabaú. O que é novidade por aqui já se transformou em tradição em diversas cidades do mundo. Em Nova York, por exemplo, a pista do Rockefeller Center há décadas vem entretendo as famílias desde os primeiros sinais do frio. Patinar ali custa a partir de US$ 10.


A cinco quarteirões dali, há uma opção menos disputada – e muito mais barata. Não se paga nada para deslizar sobre a pista do Citi Pond at Bryant Park – caso você não tenha patins, só pagará o aluguel, de US$ 13.

Se divertir na pista do Bryant Park é de graça. Foto: Chip East/REUTERS

Outra pista famosa na cidade é a Wollman Ice Rink, no Central Park, que segue em funcionamento até 3 de abril. Custa US$ 10,25, mais o aluguel dos patins. O www.nycgo.com tem mais informações sobre as pistas em Nova York.

Crianças se divertem na pista do Central Park, em Nova York. Foto: Chip East/REUTERS

Londres também convida os corajosos a deslizarem sobre o gelo no Hyde Park, onde fica a maior e mais concorrida pista da cidade. No local há também um parque de diversões, para aqueles que quiserem sentir no rosto uma brisa gelada (e bota gelada nisso). A entrada no parque é gratuita – você paga apenas as atrações. No caso da pista de gelo, custa 7,50 libras (R$ 20), com o aluguel dos patins já incluído. Saiba mais: www.hydeparkwinterwonderland.com

E que tal patinar tendo como vista a London Eye? No inverno, a famosa roda-gigante ganha sua própria pista de gelo. Você pode comprar ingressos combinando a patinação com a entrada na atração que é um dos símbolos de Londres. Custa a partir de 28,45 libras (R$ 76) – há preços especiais para famílias. Mais informações: www.londoneye.com.