Dicas estreladas da Turquia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dicas estreladas da Turquia

Adriana Moreira

15 Outubro 2012 | 23h57

Salve Jorge, a nova novela das 21h, vai levar a Turquia para dentro dos lares brasileiros. A equipe da TV Globo passou 45 dias gravando no país – 600 cenas, para ser específico. Os atores que estiveram lá contam um pouco de sua impressão sobre o país. Confira:


Domingos Montagner (Zyah)

Qual foi sua impressão sobre a Turquia? O que mais chamou sua atenção? 
É um país que só por sua importância histórica te deixa bem impressionado, quase reverente. Mas foi uma experiência incrível, não só para complementar a criação do personagem (o turco Zyah, que viverá em uma caverna na Capadócia), como também no aspecto pessoal. O contato com uma cultura distante sempre acrescenta novos olhares sobre a vida. Para mim, apesar da exuberância de Istambul, sem dúvida a Capadócia foi o que mais me impressionou. É um lugar do mundo bastante especial, com uma natureza que não te deixa sair “ileso”.

Fotos TV Globo/Divulgação

Cleo Pires (Bianca)
O que mais te surpreendeu na cultura turca, do que mais gostou no país?
O que eu mais gostei mesmo foi da Capadócia. A energia do lugar, a geografia, a forma das pessoas viverem, o jeito que eles lidam com o dinheiro, com as amizades, com o trabalho. Me senti muito em casa, como se eu já conhecesse aquele lugar. Me senti muito “viva” o tempo todo, uma energia latente, abundante, intensa. Era época do Ramadã por lá, então cinco vezes por dia as mesquitas soltavam uma cantoria tão linda… depois fiquei sabendo que eram versos do Alcorão. Fiquei apaixonada por isso, embalava meus dias.

O que fazia nas horas vagas? Ia visitar pontos turisticos?
Olha, eu não consigo muito ser turista não. No sentido mesmo da palavra, sabe? Ficar indo nos pontos turísticos, essas coisas… eu me cobro de fazer essas coisas e acabo fazendo porque sei que é importante, mas eu gosto mesmo é de conhecer a cidade meio solta, ou com pessoas que moram no lugar. Adoro ir descobrindo os lugares, às vezes ficar de bobeira mesmo também é bom. Gosto de me sentir meio morando no lugar mais do que conhecendo “tudo ao mesmo tempo agora”. Na Capadócia eu encontrava muito com a Clara Sussekind, uma brasileira que mora na Turquia há anos e é dançarina. Ela me inspirou muito. Fazíamos umas aulas de dança, conversávamos, ou então ia com a equipe no bar “Fat Boys”. Ficamos muito amigos do dono, eu chegava, colocava meu mp3, jogava uma sinuquinha, relaxava mesmo… era muito bom, morro de saudades. Peguei o quadriciclo para conhecer mais a parte alta de Göreme e também andei de moto entre uma cidade e outra, que eram todas perto.

Rodrigo Lombardi (Theo)

Como foi o passeio de balão?

Foi a primeira vez.  É uma sensação que não dá para descrever. Voamos gravando. Então, no passeio, ou estávamos gravando ou estávamos escondidos dentro da cesta para não atrapalhar as cenas dos colegas. Devo ter batido recorde de voo abaixado na Capadócia (risos).

Quantos dias ficou no total na Turquia? Como era a rotina de gravações?
Ficamos cinco semanas. Começávamos a gravar às 4 horas no figurino e na maquiagem. Na Capadócia, tínhamos que aproveitar a luz e a presença dos balões que voam bem cedinho por conta do vento. Já em Istambul, a gravação era cedo para que não pegássemos trânsito. Em geral, gravávamos até a hora do almoço. Depois íamos passear, comprar e tínhamos que dormir cedo para enfrentar o dia seguinte.

Nanda Costa (Morena)

O que mais chamou a atenção na Turquia?
A Capadócia. A Capadócia é coisa de outro mundo, o passeio de Balão é alucinante!
A cor do mar de Istambul é especial, as mesquitas são lindíssimas, é tudo muito excêntrico.

Há alguma história interessante ou engraçada de bastidores que aconteceu ao longo da viagem?
Tinha Brasileiro por toda parte na Turquia, lembro de uma cena em que a câmera estava bem distante e eu tinha que sair correndo por uma rua super movimentada de Istambul, enquanto eu corria em meio à multidão, eu ouvia vozes dizendo “Nossa, olha aquela atriz brasileira correndo! O que será que está acontecendo com ela?” Eles não sabia que estávamos gravando!

Mariana Rios (Drica)
O que você achou mais exótico ao chegar na Turquia?
A mistura da cultura com a modernidade.

Lá, o que é totalmente diferente do que você imaginava?
Tudo. Quando falavam de Turquia eu imaginava uma coisa totalmente diferente. E percebi que se você procura um lugar para conhecer os costumes, a religião e, ao mesmo tempo, a modernidade de um povo, com certeza Istambul é perfeito.

Deu tempo de fazer turismo? Do que você gostou mais?
Fui pra Istambul em fevereiro deste ano, a passeio, e me encantei. Conheci todas as mesquitas, palácios grandiosos e lugares tão lindos que jamais vou esquecer. O que mais me chamou a atenção foi a Mesquita Azul! Acho que nunca tinha visto uma maravilha daquela. E que além de ser imenso e lindo, esse lugar tem uma energia que não dá para explicar.

 

Mais conteúdo sobre:

ÁsiaEuropanovelasalve jorgeTurquia