Do alto, as Linhas de Nazca
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Do alto, as Linhas de Nazca

Adriana Moreira

24 Maio 2010 | 20h52

Mãos. Foto Fábio Vendrame/AE

Mãos. Foto Fábio Vendrame/AE


Desenhos de imensas dimensões compõem um inquietante e ainda hoje misterioso mosaico no deserto. Conhecidas por Linhas de Nazca, figuras geométricas, animais e até um astronauta enfileiram-se rabiscadas para sempre na areia ao sul da reserva natural de Paracas. Como elas foram feitas, ninguém sabe ao certo. E o mistério cria sobre elas um fascínio ainda maior. A melhor maneira de observar as figuras, como as que você verá abaixo, é em um sobrevoo de aproximadamente meia hora. Mas que ficará por muito tempo na memória.

Colibri. Foto Fábio Vendrame/AE

Colibri. Foto Fábio Vendrame/AE

Papagaio. Foto Fábio Vendrame/AE

Papagaio. Foto Fábio Vendrame/AE

Astronauta. Foto Fábio Vendrame/AE

Astronauta. Foto Fábio Vendrame/AE

Formiga. Foto Divulgação

Formiga. Foto Divulgação

Mais conteúdo sobre:

geoglifoNazcaPeruViagem