Festival celebra Shakespeare com expectativa de reunir até 1 milhão de espectadores
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Festival celebra Shakespeare com expectativa de reunir até 1 milhão de espectadores

Felipe Mortara

23 Abril 2012 | 19h07

William Shakespeare. Reprodução

Ser ou não ser? Se depender dos organizadores do World Shakespeare Festival – evento que celebra a importância do lendário dramaturgo inglês – a resposta para uma das mais famosas perguntas da História é ‘sim’. Ou melhor, ‘sim, com certeza’. Além do otimismo de reunir mais de 1 milhão de pessoas até novembro, o evento – que começa hoje em todo o Reino Unido – quer trazer Shakespeare para um público mais jovem e ser, sim, um catalizador de performance ao vivo, educação, exposições e projetos digitais.

Trata-se de uma grande colaboração artística reunindo mais de 7.200 atores de 260 grupos de diversos países, como Iraque, Rússia, Índia e Tunísia. E é claro que o Brasil tem seu representante neste evento que faz parte da programação cultural dos Jogos Olímpicos.


Direto do Rio de Janeiro, a Companhia Bufomecânica apresenta a peça Penso Ver o Que Escuto, com direção de Cláudio Baltar e Fábio Ferreira, entre os dias 7 e 12 de maio no Courtyard Thatre, em Stratford-upon-Avon, terra natal de Shakespeare.


Cena da peça A Tender Thing, dirigida por Helena Kaut-Howson, da Royal Shakespeare Company. Foto: Divulgação WSF

Ao longo dos próximos meses serão mais de 70 produções e mais de 1 milhão de ingressos à venda. O festival ficará em cartaz em nove salas pelo país, e o principal teatro dedicado ao autor, o Shakespeare Globe, em Londres, não ficará de fora – estão previstas ali mais de 20 peças diferentes.

Muitas das comissões criadas para o festival terão vida futura e a ideia é começar uma discussão global sobre Shakespeare, criando uma compreensão sobre qual é o lugar do autor no século 21. Maiores informações sobre ingressos e a programação no site do festival.