Frio traz novos visuais a paisagens europeias
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Frio traz novos visuais a paisagens europeias

Felipe Mortara

06 Fevereiro 2012 | 08h01

Felipe Mortara

No meio dos transtornos causados pela onda de frio que assola a Europa, alguns pontos turísticos ganharam novo tom com a neve e os reflexos do sol. Na semana passada  cenários clássicos ganharam uma nova perspectiva invernal, o que não os deixa menos atraente para os turistas.


Foto: Michael Dalder/Reuters


A 1.898 metro de altura está a igreja de Wendelstein. a  mais alta da Alemanha. Em janeiro ela ficou coberta de neve, assim como sua escadaria. As temperaturas passaram dos 14 graus Celsius negativos. Mas o visual continua deslumbrante.

 

 Foto: Stringer/Reuters

Até os tradicionais gondoleiros de Veneza tiveram de mudar o figurino. Em vez da camisa listrada com chapéu, jaqueta com gorro. Mesmo sob chuva, a paisagem continua encantadora. E a filmadora na mão do turista está aí para comprovar.

 

Foto: Murad Sezer/Reuters

Menino passa diante de miniatura da Mesquita Azul, no parque Miniaturk coberto de neve. Mas a ponte sobre o Estreito de Bósforo, ao fundo, é a real. O parque é o primeiro dedicado a reproduzir monumentos do país e reúnes mais de 120 réplicas em escala.

 

Foto: François Lenoir/Reuters

O mais famoso ponto turístico da Bélgica, o Manequinho de Bruxelas,  teve seu eterno fluxo de ‘urina’ desligado. Por conta do frio, que chegou a marcas negativas, a água congelou e muitos turistas que visitaram a pequenina estátua na semana passada, tiveram de imaginar o jato d’água.