Nossa dica: visite a Floresta Petrificada de Lesbos, na Grécia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Nossa dica: visite a Floresta Petrificada de Lesbos, na Grécia

Adriana Moreira

23 Fevereiro 2016 | 15h01

Floresta Petrificada - Divulgação

Floresta Petrificada – Divulgação

Por Felipe Mortara

LESBOS – Como se um raio congelante tivesse atingido uma imensa mata de pinheiros, plátanos e sequoias. Foi essa a impressão que tive ao chegar à Floresta Petrificada no oeste da Ilha de Lesbos, na Grécia. Provocado por explosões vulcânicas que fossilizaram animais e árvores, o raríssimo fenômeno ocorre apenas lá e no Estado americano do Arizona.

Com idade estimada em 20 milhões de anos, a floresta tinha também palmeiras, que já não existem na ilha. Patrimônio da Unesco, a área de 15 hectares tem uma única trilha, com 2,3 quilômetros de extensão, que sobe e desce por pequenas colinas. Placas descrevem as espécies petrificadas. Em muitos casos é difícil acreditar que aquelas pedras outrora foram árvores. A entrada custa 3 euros (petrifiedforest.gr).


Depois de me embrenhar no percurso descobri que os mais bem conservados exemplares de fósseis estavam a 7 quilômetros dali, no Museu de História Natural da Floresta Petrificada de Lesbos (7 euros), na pequenina Sigri. Painéis explicam em detalhes como tanta madeira virou pedra.