Nossas dicas para Luíza, que está no Canadá
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Nossas dicas para Luíza, que está no Canadá

Mônica Nóbrega

18 Janeiro 2012 | 21h26

Como o pai de Luíza* não especificou em que cidade do Canadá ela está, fizemos uma lista rápida de atrações. Não importa qual ponto do imenso território daquele país a estudante paraibana escolheu para o seu intercâmbio – ao menos uma sugestão ela vai encontrar aí embaixo. Se você é amigo da Luíza, pode, inclusive, indicar o post a ela. Antes que volte do Canadá.

Toronto

West Queen West, endereço moderninho de compras e gastronomia em Toronto. Renata Reps/AE - 28/4/2011

A cosmopolita cidade à margem do Lago Ontário tem todos os predicados de uma metrópole cultural, agitada e criativa. De gastronomia internacional a mercado tradicional, de musicais ao estilo Broadway a redutos GLS, de shoppings centers de fôlego a descoladas ruas de moda alternativa, de museus e galerias de arte a baladas e boemia. Para ficar ao menos cinco dias. Detalhes aqui.


Cataratas de Niagara

Cataratas de Niagara. Foto Mônica Nóbrega/AE

As famosas quedas-d’água, aquelas que o Pica-Pau queria descer em um barril (lembra?), ficam a cerca de uma hora e meia de trem de Toronto. Podem ser passeio de um dia, sim. Mas a cidade de Niagara Falls tem mais atrações, para quem decidir por uma ou duas noites por lá: cassino, restaurante giratório, tours de helicóptero e, para quem tem o visto americano, atravessar para o território dos Estados Unidos, do outro lado da ponte. Veja mais.

Esqui

Manobras radicais em Banff. Foto Divulgação

A proximidade com a maiores cidades do país, Montreal e Toronto, e o charme de vila europeia conquistam apaixonados por esqui na estação de Mont-Tremblant. Banff, em Alberta, tem paisagens selvagens declaradas patrimônio pela Unesco. E Whistler-Blackcomb, na província de Colúmbia Britânica, além da ótima infraestrutura, tem como trunfo a proximidade com Vancouver: 140 quilômetros. Veja mais aqui.

Aurora boreal

Aurora Boreal em Yukon. Foto Divulgação

Depende do período do ano, das condições meteorológicas, da sorte. Com tudo a favor, região do Yukon, na fronteira com o Alasca, é apropriada para ver o deslumbrante fenômeno da aurora boreal.

Vancouver

Stanley Park, em Vancouver. Foto Nathalia Molina/AE

Rodeada por montanhas cobertas de neve e adoráveis ilhotas, a maior cidade do oeste do Canadá é conhecida por sua organização urbana e pela vocação multicultural, graças à presença de moradores de diversas nacionalidades. Sob sol ou chuva (e chove bastante, especialmente no inverno), a bicicleta é o meio de transporte oficial em Vancouver.

* Não faz a menor ideia de quem é Luíza e o que ela está fazendo no Canadá? Dê uma olhada aqui.