Nove dias em Montevidéu: o que fazer?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Nove dias em Montevidéu: o que fazer?

Adriana Moreira

17 Dezembro 2013 | 02h30

VIAJE NA PERGUNTA


Estarei em Montevidéu entre 30 de dezembro e 9 de janeiro, hospedado num hostel em Pocitos. O que me recomenda fazer? (Paulo, São Paulo)

Apesar do calor, que pode ser intenso, o verão é uma época muito gostosa em Montevidéu. Há muita vida ao ar livre; a cidade assume o seu lado balneário (os montevideanos inclusive chamam o Rio da Prata de mar).

Pocitos é a “Ipanema” de Montevidéu; o calçadão mais bem frequentado, no melhor ponto da praia. No bairro, recomendo o Bar 62 (Barreiro, esquina com Chucarro) e o Tranquilo (21 de Setiembre, esquina com Graseras). A microchurrascaria La Pulpería (Lagunillas, esquina com Joaquín Núñez) tem um balcão de frente para o assador. Podendo gastar um pouco mais, vá ao charmoso Tabaré (José Zorrilla de San Martín, esquina com Tabaré). A melhor noite fica a 10 minutos de táxi, nas cercanias do Montevideo Shopping. No hostel você conseguirá as informações mais atuais sobre baladas.

O imperdível Mercado del Puerto – Foto: Divulgação

Não deixe de ir à Cidade Velha e de almoçar no Mercado del Puerto. Mas vá num dia de semana, quando o comércio está funcionando e as ruas estão cheias; no fim de semana há risco de assalto nas cercanias do mercado.

Um programa bastante turístico, porém imperdível, é o Bar Fun Fun (barfunfun.com), que tem shows de tango todas as noites. A dica aqui é chegar tarde e aguardar o set de candombe, a deliciosa salsa uruguaia.

No domingo, vá de manhã à Feira Tristán Narvaja (rua Tristán Narvaja, a partir da esquina com 18 de Julio), que tem de antiguidades a cacarecos e bichos vivos; é divertido observar os uruguaios andando de cuia de mate na mão. No fim da tarde, apareça (sem objetos de valor) na esquina das ruas Isla de Flores e Yaro, em Palermo: por ali passam murgas, os blocos de carnaval uruguaio que saem para batucar nos domingos de janeiro.

No dia 31, o programa oficial é ir na hora do almoço ao Mercado del Puerto, onde os montevideanos brincam de esguichar espumante uns nos outros. À noite há uma discreta queima de fogos.

O ideal seria você aproveitar essa viagem para passar pelo menos duas noites em Punta del Este e uma noite em Colonia del Sacramento. Dá para ir de ônibus (compre as passagens no terminal Tres Cruces) e se hospedar em hostels (veja em hostelworld.com).