O forró do Senadinho
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O forró do Senadinho

Bruna Tiussu

30 Março 2011 | 13h26

Toda manhã de quartas e sextas-feiras eles estão lá. De casalzinho, movidos pelo som do teclado e da sanfona, deslizando no dois prá lá dois pra cá, vez ou outra arriscando ainda um giro mais ousado. O molejo não é tímido, apesar do público que invariavelmente rodeia o espetáculo. A intenção não é chamar a atenção, nem aprender o gingado verdadeiro do forró. Os protagonistas da festa são todos aposentados querendo, apenas, se divertir.

Baile com direito a banda completa. Foto: Bruna Tiussu/AE


Cair no forró no Senadinho virou rotina. Foto: Bruna Tiussu/AE

Em Rio Branco, capital do Acre, o baile da terceira idade tem um único endereço: o Senadinho, bem em frente ao Palácio das Secretarias, em pleno centro da cidade. O espaço é pequeno, é verdade, mas foi conquistado -o que aumenta consideravelmente sua grandeza. Ali, toda a liberdade necessária para as merecidas horas de lazer dos aposentados é respeitada. E tudo é devidamente autorizado pelo governo, que providencia ainda aquele cafezinho ou chá que os animam logo pela manhã.

Espaço foi devidamente conquistado pelo povo. Foto: Bruna Tiussu/AE

Basta 10 minutos ali para ficar admirado: o senhorzinho que vai gentilmente tirar a dama para dançar; o casal que imenda uma música atrás da outra sem trocar de parceiro… Além da música e dos pés de valsa que dão um show, sorrisos, conversinhas e uma alegria autêntica no rosto de cada um.