Paixão de Cristo 2014: começa venda de ingressos para espetáculo em Nova Jerusalém
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Paixão de Cristo 2014: começa venda de ingressos para espetáculo em Nova Jerusalém

Fabio Vendrame

26 Março 2014 | 17h50

Cena da superprodução ‘A Paixão de Cristo’ no agreste pernambucano – Foto: Divulgação

Fábio Vendrame

A história tem mais de 2 mil anos, todos sabem o enredo de cor e salteado, ninguém esquece o desfecho, mas ainda assim emociona qualquer cristão. E, a cada ano que passa, a encenação realizada no agreste pernambucano continua a arrastar milhares de pessoas. Neste ano, a 47.ª temporada da superprodução Paixão de Cristo será exibida de 12 a 19 de abril na cidade-teatro de Nova Jerusalém, em Brejo da Madre de Deus, a 180 quilômetros do Recife (PE).

Os ingressos já estão à venda pela internet – preços variam de R$ 80 a R$ 120. A Pousada da Paixão, dentro da cidade cenográfica, oferece 42 quartos com infraestrutura completa. A diária custa a partir de R$ 252 em apartamento duplo. CVC e TAM Viagens têm pacotes para o destino – a operadora local Luck Viagens faz bate-volta a partir do Recife e de Porto de Galinhas. Turistas também podem participar do espetáculo como figurantes (informações pelo telefone: 81-3732-1574).


Como já é tradição, atores globais abrilhantam o elenco encabeçado pelo ator pernambucano José Barbosa, há três anos no papel de Jesus. Carol Castro fará Maria, Oscar Magrini assume a pele de Herodes, Carlos Machado vive Pilatos e Fernanda Machado será Madalena. A direção é de Carlos Reis e Lúcio Lombardi.

“Fiquei muito surpresa quando recebi o convite para viver Maria. Estou muito feliz e honrada. Vai ser bem intenso. Como já atuei no ano passado (no papel de Madalena), tenho bem a dimensão do que é o espetáculo e toda a carga de emoção de cada cena”, disse Carol Castro. “O espetáculo conta a história de Jesus de uma forma fantástica, por isso atrai pessoas de todo Brasil e também do exterior. Vai ser um novo desafio”, comentou Oscar Magrini, que fez Pilatos em 2009.

Portadores de necessidades especiais contarão com suportes adequados para acompanhar o espetáculo na segunda-feira (dia 14). Turistas estrangeiros terão à disposição áudio-guias em espanhol, francês e inglês. Os organizadores esperam superar os 75 mil espectadores do ano passado.

Origem. O Drama do Calvário começou a ser encenado no agreste pernambucano em 1950, na vila de Fazenda Nova, por iniciativa de Epaminondas Mendonça. Com o tempo ganhou importância e popularidade. Em 1956, Plínio Pacheco teve a ideia de construir uma réplica de Jerusalém, o que se realizou em 1968. Batizada de Nova Jerusalém, a cidade-teatro tem 100 mil metros quadrados e está cercada por muralha de pedra de 9 metros de altura e 70 torres. A partir de então, o espetáculo já foi assistido por mais de 3,5 milhões de pessoas.