As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Reportagem do ‘Estado’ sobre a Ilha de Marajó ganha prêmio no Pará

Bruna Toni

29 Setembro 2016 | 15h25

O jornalista Diego Moura com a placa de premiação pela reportagem

O jornalista Diego Moura com a placa de premiação pela reportagem

A reportagem sobre a Ilha de Marajó Passo Tranquilo, escrita pelo jornalista Diego Moura para o Viagem em fevereiro deste ano, ficou em segundo lugar na categoria impressa do Prêmio de Jornalismo em Turismo Comendador Marques dos Reis, promovido pela Secretaria de Turismo do Estado do Pará.

Foram mais de 600 trabalhos inscritos nesta, que foi a terceira edição da premiação, e entre as 15 reportagens finalistas, a matéria do Estado ficou entre as três melhores pela primeira vez – além dela, venceram na categoria impressa A Fantástica Fábrica de Chocolate, de Eduardo Vessoni para a revista Iate (1.º lugar), e Turismo à moda Marajoara, de Brenda Pantoja para a revista Amazônia Viva (3.º lugar).


“Foi uma surpresa, porque era um grupo grande de jornalistas, foi algo bem concorrido. Fiquei feliz de ter um trabalho reconhecido, foi meu primeiro prêmio. E fiquei com um carinho especial pelo Estado, que de fato é muito bonito”, conta o paulista Diego, que voltou a Belém para participar da cerimônia de premiação na noite da última quarta-feira (28), no Teatro Maria Sylvia Nunes. Entre os convidados especiais, estava David Schurmann, diretor do longa Pequeno Segredo, indicado brasileiro ao Oscar 2017 e cujas cenas foram gravadas também no Pará.

Praia do Pesqueiro, em Soure

Praia do Pesqueiro, em Soure

Durante a passagem pela Ilha de Marajó, o repórter teve a oportunidade de participar do Banquete Ópera Festival, que ocorre entre 31 de outubro e 2 de novembro na Ilha, e se encantou com o que encontrou pelo caminho.  “É uma região que tem tanta coisa incrível e muitas vezes a gente, por estar preso nesse eixo Rio-SP, acaba não indo. É um lugar que vale muito a pena conhecer, ir  pra ficar muito tempo. As pessoas são muito hospitaleiras, um povo muito acolhedor, daqui uma semana vai ter o Círio de Nazaré, a cidade já está toda decorada pra isso, é um clima bem gostoso”, diz.

Além das três reportagens impressas, foram premiadas mais 12 matérias sobre a Ilha nas categorias rádio, TV, online e fotojornalismo. Os prêmios para os três primeiros lugares foram de R$ 10 mil, R$ 8 mil e R$ 5 mil, respectivamente.

O prêmio de Diego Moura foi o segundo levado pelo Estado na área do turismo em menos de 24 horas: a reportagem especial sobre o caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, dos jornalistas Felipe Mortara e Filipe Araújo, venceu, na noite dessa quarta, o Concurso Europa de Jornalismo na categoria Melhor Matéria de Jornal com o projeto multimídia O caminho de cada um.

Mais conteúdo sobre:

BrasilParáIlha de Marajó