Um mestre e seu discípulo em Madri
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um mestre e seu discípulo em Madri

Mônica Nóbrega

15 Março 2010 | 12h34

É provável que o pintor norte-americano John Singer Sargent (1856-1925) jamais tenha sonhado com tamanha deferência. De amanhã até meados de maio, seu quadro mais importante, As Filhas de Edward Darley Boit (1882) ficará exposto no Museu do Prado, em Madri, ao lado de sua fonte de inspiração, a obra-prima As Meninas (1656) do espanhol Diego Velázquez (1599-1660).
Quadro de Velásquez (à esq.) ganha companhia do de Singer Sargent. Fotos Ballesteros/EFE

Quadro de Velásquez (à esq.) ganha companhia do de Singer Sargent. Fotos Ballesteros/EFE


A tela do pintor americano, um óleo sobre linho, pertence ao Museu de Belas Artes de Boston. Foi pintada mais de dois séculos depois do quadro que a inspirou e exigiu de seu criador árduos estudos para reproduzir o rigor técnico das características mais marcantes de As Meninas: luz, disposição espacial e o jogo de olhares das personagens para o observador. Como estudo, Singer Sargent chegou a fazer uma reprodução do quadro de Velásquez, em tamanho reduzido, três anos antes de retratar as irmãs Boit.

O Prado tem ainda outra novidade: o museu acaba de lançar audioguias especiais para crianças menores de 12 anos, que podem ser retirados gratuitamente mediante o aluguel de um audioguia para adultos (entre 3,50 e 5 euros). O ingresso custa 8 euros.

Lado a lado, os pintores americano (à esq.) e espanhol

Lado a lado, as telas dos pintores americano (à esq.) e espanhol