Barbados – O paraíso ao seu alcance
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Barbados – O paraíso ao seu alcance

Um dos lugares que você deve conhecer, pelo menos uma vez na vida é: Barbados!

Karina Oliani

01 Julho 2016 | 12h08

Barbados está a apenas 5h30, em voo direto, a partir de São Paulo (Guarulhos), o que torna o destino ideal para quem não curte aeroportos, voos longos ou escalas e também famílias com crianças pequenas. Os voos para Barbados a partir de São Paulo são apenas uma vez por semana, vão aos sábados, pela manhã, e retornam aos domingos, também na parte da manhã. Então, se quiser aproveitar os voos diretos, você permanecerá pelo menos 8 dias na Ilha.

Por enquanto, somente a Gol realiza este trajeto, mas você pode olhar o voo por outras companhias aéreas, e obrigatoriamente terá conexão em outra cidade, como por exemplo, Miami, o que pode não ficar interessante financeiramente, nem burocraticamente, já que para fazer paradas nos Estados Unidos, o viajante deve ter visto.

Barbados não exige visto, apenas passaporte válido e vacina contra Febre Amarela, com Certificado Internacional expedido pela ANVISA. É importante que você veja com antecedência a questão da vacina, porque ela começa a fazer efeito somente depois de dez dias. Então este pode ser um detalhe que frustrará sua viagem (eles realmente conferem tanto na hora do embarque, no Brasil, quanto na chegada, em Barbados).

A época mais seca – e de preços mais altos – vai de dezembro a maio. Nesta época a água do mar pode estar ligeiramente fria ao primeiro contato, mas logo que você se acostuma, fica muito gostosa. De junho a novembro o calor e a umidade são mais intensos, o que pode provocar pancadas de chuva e um ou outro dia chuvoso, como no verão brasileiro. No meio do ano, a água do mar estará morna. O mês de julho é mais animado, pois é quando acontece o Crop Over – o carnaval de Barbados, que tem origem na comemoração do fim da colheita da cana, ainda nos tempos da escravidão. A festa dura todo o mês e tem sua apoteose no Kadooment Day, data móvel no início de agosto.


O Réveillon marca o auge da alta temporada; espere preços de hospedagem sobem razoavelmente. Hotéis e clubes fazem festas privadas e você pode adquirir seu convite pra entrar.

13575594_1272442206117631_1892266473_o

Onde ficar:

Uma ótima dica é se hospedar no The Crane, um resort luxuoso, localizado na famosa Crane Beach, praia que foi eleita em 2015 como a melhor praia do Caribe, pelo 10 Best.

O que fazer:

Se gosta de natureza não deixe de visitar e tomar um banho de mar na Animal Flower Cave.
animal flower cave 2

Outro espetáculo da natureza é a Harrison’s Cave. Um “Must do” em Barbados essa caverna é um fenômeno natural com uma galeria impressionante de estalactites e estalagmites, decoradas por uma água cristalina que vem de cachoeiras e formam as piscinas cor de esmeralda. No meio, um lindo e imponente pilar que se formou em milhares de anos quando uma estalactites se encontrou com uma estalagmite! O visitante pega um trenzinho elétrico que o leva até o ponto mais fundo da caverna. A atração fica aberta todos os dias das 9 às 16 horas.
harrison cave 2

Passeio de Catamarã: Um passeio imperdível em Barbados é de Catamarã, que proporciona bastante diversão, além do mergulho com as Tartarugas Marinhas, que são praticamente as mascotes da Ilha.

marine turtle

Passeio de Submarino: O mergulho do submarino é de apenas 45 minutos. Inicialmente, você vai de barco até o local onde o submarino mergulha. Logo, durante a imersão, que vai aproximadamente a 45/50 metros de profundidade, você vê corais, tartarugas, cardumes multicoloridos, além de uma pequena embarcação naufragada.
submarine

Oistin’s : Oistin’s é uma comunidade de pescadores que fica bem movimentada às sextas-feiras, quando eles preparam os alimentos na presença dos turistas e dos próprios bajans (barbadianos). O cheiro das comidas preparadas no local é incrível e o ambiente é bastante descontraído. Existe um palco onde são realizados alguns shows, várias mesas com cadeiras de frente para o palco e para as barraquinhas, onde todos ficam sentados, até mesmo com outras pessoas, e ali bebem e realizam suas refeições

oinstins 2

Destilaria de Rum: Se você aprecia a bebida não pode deixar de visitar uma Destilaria de Rum, em Barbados, local onde a bebida foi criada por volta do ano de 1654. A bebida é típica na região, e sempre você vai se deparar com um Rum Punch. A Mount Gay Rum é a mais antiga do país (1703) e uma das mais visitadas também. Além do tour na destilaria, você pode degustar e comprar os produtos fabricados no local.

mount gay rum-min

Compras em Bridgetown: A cidade é a capital de Barbados e é composta por vários prédios antigos. Mas é lá, também, que se concentra a maioria das lojas da ilha, que acaba se tornando um local bastante visitado para as compras. A Cave Shepherd é uma das melhores lojas por lá! Ela tem grifes famosas, e ao final, você apresentando seu passaporte, receberá isenção de impostos. Entretanto, como é considerado Duty Free, você não receberá o produto na hora da compra. Deverá retirá-lo no aeroporto no momento anterior ao embarque para o Brasil.

cave shepherd

Onde comer:

Não deixe de passar no Champers, que é localizado na Bridgetown, a capital de Barbados, Tides, que fica em Holetown e o Cin Cin, em Prospect Road. Todos esses restaurantes possuem uma vista incrível para o Atlântico, um ótimo ambiente e um cardápio maravilhoso.

 

Agradecimentos ao  Hotel The Crane, Global Vision Access e Gol Linhas Aéreas

Mais conteúdo sobre:

BarbadosCaribe