Calgary, no Canadá: o passeio por uma das estradas mais lindas do mundo!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Calgary, no Canadá: o passeio por uma das estradas mais lindas do mundo!

Karina Oliani

13 Abril 2018 | 16h22

Começo falando para vocês que não é a primeira vez que venho para a cidade de Calgary na província canadense de Alberta. A primeira vez foi há muito tempo e fiquei uns dez dias pela área. Quem me conhece sabe que não sou muito fã de repetir destinos. Mas se estou por aqui de volta é porque o roteiro vale a pena visitar de novo. Tenho a sensação que tenho muito a conhecer ainda por esta região que ainda me trará surpresas.

 

A minha ida foi para fazer o caminho da estrada de Calgary até Pearson, considerada pelos guias de turismo mais respeitados do mundo como um dos caminhos turísticos mais lindos do planeta. Pude testemunhar que não se trata de clichê ou exagero, sobretudo para quem vê beleza em paisagens com neve e frio típico do Canadá.

 


Para chegar lá, você chega pelo Calgary International Airport (YYC), um dos quatro mais movimentados do país com um fluxo anual de 12,5 milhões de passageiros por ano. É um terminal tranquilo se levarmos em conta que pelo nosso de Guarulhos passaram 37,7 milhões em 2017. Essa paisagem de aviões pousando e decolando com um pôr-do-sol de fundo chega a ser poesia para quem ama viajar.

 

Tive o prazer de descansar da viagem e vendo essa vista do terminal da janela do meu quarto de um hotel que eu amei ter tido uma experiência como hóspede que foi o Calgary Airport Marriot In – Terminal Hotel. Quando pensei no hotel, eu sabia que o Centro da cidade ficava perto do aeroporto e não queria aquele estresse que é o deslocamento entre terminal e o estabelecimento hoteleiro. Eu estava muito energizada com minha passagem em Fiji que eu publiquei na semana passada (leia clicando aqui) e transtorno, era o que eu menos desejava.

Por isso escolhi em fazer a minha reserva já que este unidade do Marriot fica acessível para outras atrações turísticas como as lojas outlet de CrossIron Mills, o Zoológico de Calgary e eventos como o famoso rodeio na Calgary Stampede. E quando cheguei… bom, imagens falam mais que mil palavras. Vejam a recepção que eu tive no meu quarto!

 

Mas se você não ficou muito fã da vista para o aeroporto, não tem problema. Há quartos – que possuem janelas incríveis do chão ao teto – que mostram outros pontos de paisagens vibrantes seja da Calgary urbana ou das pradarias de Alberta ou das Montanhas Rochosas canadenses, chamadas por aqui como “The Rockies”.

 

Nos dias que eu tomei café ou fazia minhas refeições no Yakima Social Kitchen + Bar, dentro do Marriot, eu pegava o carro e percorri a famosa estrada. Minha primeira parada foi no Lake Louise (Lago Louise), localizado dentro do Parque Nacional de Banff, ainda em Alberta. É possível esquiar pela área bem como fazer suaves caminhadas e escaladas de blocos.

Mas a grande atração desse canto encantador do Canadá fica por conta da água do Lake Louise. A cor esmeralda, com certeza, é a maior preciosidade de encher os olhos que valem a pena incluir a visita no roteiro.

 

Outro lugar que eu conheci nessa estrada foi uma região conhecida como Kicking Horse, uma passagem de montanha com uma vista espetacular e que, segundo nativos, passou por melhorias recentemente que facilitam a vida dos turistas, sobretudo esquiadores.

 

Mas a cereja do bolo nessa estrada está por vir: a já mencionada “The Rockies”. Tudo o que eu escrevi aqui foi um aperitivo. Afinal, tenho que confessar que conhecer algum lugar pelo mundo sem ter alguma aventura parece que tive uma experiência incompleta e a viagem foi em vão.

Para chegar por essa região rochosa, só de helicóptero que é um item indispensável para praticar uma modalidade esportiva de muita adrenalina e deliciosa.

 

Quer saber qual? Não perca a minha coluna da semana que vem para conhecer!