Dominica – A ilha mais selvagem do Caribe
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dominica – A ilha mais selvagem do Caribe

Esqueça o Caribe paradisíaco, você está em Dominica, a ilha mais selvagem de todo o Caribe.

Karina Oliani

22 Julho 2016 | 13h20

Quando você ouve a palavra Caribe logo pensa numa praia, cheia de coqueiros, areia branca, com um belo drink, a beira do mar de água azul e cristalina, certo?! Onde você estaria tranquilamente sentado embaixo de um guarda-sol, ouvindo músicas caribenhas ou fazendo snorkel com alguns peixinhos coloridos?

 

Esqueça tudo isso! Você está na ilha mais selvagem desse paraíso, onde foram gravadas várias das melhores cenas de ação do filme Piratas do Caribe e onde ação e adrenalina andam juntas.

 


Chegar em Dominica já é uma aventura. Não têm voo direto para cá porque não há um aeroporto que comporte aviões maiores, que fazem rotas internacionais. Para chegar no aeroporto de Melville ou no Porto de balsa você precisa acessar alguma outra do Caribe antes, que pode ser Barbados, Martinica, Guadalupe, Antígua, Porto Rico ou Santa Lúcia.

 

O caráter rústico desse lugar já começa pela sua formação: Dominica está sobre 9 vulcões que ficam no cinturão de fogo do caribe. E ao caminhar pela ilha você é constantemente lembrado disso: o segundo maior lago de água fervente do mundo, o vale da desolação e seus gêiseres, fumaça para todo lado, um túnel de lava a 12 metros de profundidade completamente encoberto por corais e com uma correnteza que só quem nada bem consegue atravessar, praias de areia preta, o laranja-amarelado do súlfur tingindo suas rochas e bolhas que saem do fundo do mar e fazem você se sentir dentro de uma taça de champagne literalmente.

 

Champagne Beach

 

 

Fumarola

 

Dominica inspira qualquer explorador! A beleza do mar do Caribe de um lado, as ondas quebrando no Atlântico em praias desertas com centenas de coqueiros do outro e cachoeiras gigantescas por toda parte, inclusive uma raríssima, que para chegar é preciso escalar e desescalar algumas raízes e que desemboca diretamente no oceano, fazendo você se sentir dentro do Jurassic Park.

AleSocci-GreenPixel_Dominica-2016-1643

 

Apesar de tanta beleza, é preciso muita atenção nas estradas sinuosas e que não deixam espaço para muito mais que 1 carro passar de cada vez. Cheia de curvas fechadas, pontes estreitas e sempre em reconstrução, já que essa ilha frequentemente é atingida por terremotos, furacões e enxurradas.

AleSocci-GreenPixel_Dominica-2016-0098-3

 

Quem não gosta de se molhar não vai para o Caribe. Escolhe Nova Iorque, Londres ou qualquer outra cidade do planeta… Mas Dominica é uma ilha especialmente úmida. Aqui tem o maior índice pluviométrico de todo caribe que somado a montanhas altas e uma selva densa faz com que uma neblina cubra quase que constantemente algumas regiões. Isso dá um ar ainda mais místico aos caminhos estreitos que cruzam a selva e as montanhas dessa ilha.

AleSocci-GreenPixel_Dominica-2016-0066

 

Como se não bastasse uma terra selvagem o mar de Dominica fica ainda melhor. Ao invés de golfinhos lindos ou peixes coloridos nessa costa vive uma das únicas populações residentes de Baleias Cachalote do mundo. Sim, a baleia com mais de 50 dentes que inspirou Moby Dick. As Cachalotes chegam a 57 toneladas e tem dentes que podem pesar 1 kg cada um! Mas não se preocupe: nós não fazemos parte do cardápio delas. Essas baleias usam seu complexo sistema de eco localização e sonar para localizar lulas gigantes a mais de 1000 metros de profundidade. Atualmente são os maiores carnívoros do nosso planeta.

Karina Oliani - Dominica 4

 

Mas se tem uma coisa que Dominica nos faz realmente sentir no Caribe é o ritmo da vida aqui. As pessoas, grande parte usa rastafáris e adoram um belo reggae. Comida fresca e saborosa, mas não sente em um restaurante com pressa porque seu prato vai levar cerca de 1 hora (ou mais) para chegar. As pessoas são super prestativas, educadas e também curtem com intensidade a vida noturna e festas! Esteja pronto para dar gorjetas. O EST dólar é constante, lastreado e 1 dólar americano é equivalente a 2,67 dólares dominicanos. Apesar de muitos locais se comunicarem em Créole, a língua oficial é o inglês e os carros obedecem à mão inglesa. Mas a pontualidade nessa ilha não é nada britânica…

AleSocci-GreenPixel_Dominica-2016-0067-2

 

Minha praia favorita aqui não está no mapa. Os locais tentam mantê-la secreta e até deram o nome de Secret Beach. Mas se tem um lugar que a natureza esbanjou capricho se chama Titou Gorge. Um cânion que deve ser visitado perto do meio dia para aproveitar os raios que penetram em sua água azul-esverdeada, se você estiver disposto a se aventurar nessa água fria e nadar cerca de 30 a 40 metros vai ser recompensado com uma cachoeira incrível bem em meio a essa linda garganta escondida na floresta.

 

685972cbdbd88fe29d7ca29de2d7bbc9

Quem se animou com as fotos pode contar com hospedagens para todos os gostos e para todos os bolsos. Entre os lugares que me hospedei recomendo o Anchorage Hotel próximo a capital Roseau. Quem vier para cá atrás das Baleias Cachalotes elas moram aqui “no quintal”. http://www.anchoragehotel.dm

 

O Picard Cottages, a 10 minutos de barco da Secret Beach, o lugar tem uma praia privada linda e um bar pé na areia com um Happy Hour bem animado. http://picardbeachcottages.dm

 

E o Rosalie Bay Lodge, a beira do Rosalie River e com uma praia privada linda, onde o Simon pode te encantar e dar todas as informações sobre as tartarugas de couro gigantes, tartarugas verdes e as tartarugas de pente usam a praia para desovar seus ovos durante os meses de março a outubro. http://rosaliebay.com
Rosalie Bay Lodge

 

Créditos Fotos: Ale Socci

Agradecimentos: Discover Dominica, Global Vision Access, Anchorage Hotel, Seasub e Andrew Armour.