Everest: Aí vou eu mais uma vez!
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Everest: Aí vou eu mais uma vez!

Karina Oliani

31 Março 2017 | 18h01

“Eu gosto de escalar montanhas
Elas me fazem sentir pequena.
Elas me ajudam a entender o que realmente importa na vida.
Elas me deixam desafiar a mim mesma.
Elas fazem com que eu conquiste minhas dúvidas.
Elas me colocam em sintonia com a minha respiração.
Elas me fortalecem fisicamente e mentalmente.
Elas liberam endorfinas no meu corpo.
Elas ajudam a aliviar a tensão.
Elas me fazem enxergam tudo de cima e ter uma outra perspectiva da vida.
Elas me dão autodisciplina.
Elas aumentam minha estamina.
Elas me trazem um desafio saudável.
E me proporcionam paisagem sensacionais.
Eu gosto de escalar montanhas.”

Karina Oliani - Everest 2017

Na semana internacional da montanha, não poderia anunciar notícia que mais se encaixe com o momento que estou vivendo: Vou escalar novamente o Everest! Só que dessa vez, pela Face Norte localizada no Tibete que é considerado o lado mais difícil da montanha. Além do desafio de subir os 8.848 metros, será ainda um projeto inédito e inovador, onde vou registrar toda a expedição em realidade virtual. Já pensou escalar comigo a montanha mais alta do mundo sem sair de casa? Com a tecnologia 360º isso será possível…

Karina Oliani - Everest 2017

A rota tibetana é chamada Chomolangma que significa “mãe do universo”. Por se localizar ao norte, tem um número menor de horas no sol, o que faz com que acumule mais gelo e neve. A menor incidência de luz solar, as fortes rajadas de ventos e as dificuldades técnicas acima dos 8 mil metros fazem desta face a mais perigosa. Até hoje, Waldemar Niclevicz foi o único brasileiro que escalou o Everest pelas duas faces.

Karina Oliani - Everest 2017

Karina Oliani - Everest 2017

Em 2013 tive a chance de realizar esse sonho ao lado do meu amigo Pemba Sherpa. Foram 55 dias de expedição, sendo 30 horas na zona da morte antes da minha ascensão ao cume. Muitos imprevistos aconteceram ao longo do caminho: tive que abrir mão da metade da minha equipe, voltei uma parte do trajeto para salvar a vida de um montanhista que encontrei debilitado, meu olho congelou e por um instante achei que ficaria cega… Sem dúvidas, o Everest não se trata apenas da maior montanha do mundo, mas traz valores de coragem, determinação, superação, força e garra para quem se aventura nele.

Karina Oliani - Everest 2017

Karina Oliani - Everest 2017

Sou movida por desafios e acredito que nada é por acaso. É uma gratidão enorme para mim poder voltar ao topo do mundo novamente e ao lado de pessoas que eu tanto amo. E o mais incrível de tudo isso é que uma parte da verba desta expedição será destinada para dar continuidade aos projetos do Instituto Dharma em parceria com o Pemba no Nepal.

Karina Oliani - Everest 2017

Embarco agora neste fim de semana para Katmandu, e nas próximas semanas todos os meus leitores poderão acompanhar meu diário de bordo até o Everest. Vou compartilhar fotos, textos e vídeos… Fiquem ligados!

Karina Oliani - Everest 2017
“Tudo o que você quer na sua vida está FORA da sua zona de conforto!”

 

PATROCÍNIO:

Halls (http://www.halls.com.br/)

 

APOIO:

Açaí Eco Fresh (http://www.ecofresh.com.br/site/)

Superjobs Ventures (https://superjobs.vc/)

Motorola (https://www.motorola.com.br/)

 

AGRADECIMENTOS:

The North Face (http://www.thenorthface.com.br/)

LX Sports (http://www.lxsports.com.br/)

0 Comentários