As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um refúgio em sintonia com a natureza

Karina Oliani

26 Janeiro 2018 | 10h31

Ronco do Búgio

A cerca de 100 km da agitada capital paulista, uma pousada mostra que charme, hoje em dia, é ser ecologicamente correto.

Em meio a uma área de mata preservada da serra de Paranapiacaba se encontra a pousada Ronco do Bugio. Tudo começou quando o proprietário do local, Jose Luiz Majolo, motivado por um sonho iniciou a construção em 2002.

O início

“Meu pai tinha o propósito de conservar os animais que estavam sendo caçados e dizimados e a floresta que estava sendo desmatada. Mas ele só conseguiria fazer isso se desse um sentido econômico e se ajudasse a desenvolver o entorno da sua propriedade e a vida das pessoas que ali habitam. Por isso a nossa pousada tinha que ser sustentável desde sua concepção”, conta Gabriela Majolo, filha e atualmente a administradora do Ronco.


Em fevereiro de 2003 foram inauguradas as 7 primeiras suítes e a casa principal. A rapidez da obra se deve a equipe de empreiteiros especializados em construção com material de demolição. José Luiz foi até Minas Gerais para adquirir esse material específico de fazendas mineiras demolidas e com ele optou por construir os chalés em áreas que já estavam desmatadas.

Gabriela conta que na época da construção seu pai era banqueiro e não tinha muito tempo para acompanhar de perto a obra, por isso, quem se encarregou do paisagismo e da decoração do Ronco foi sua mãe, Fátima Majolo.

As suítes não necessariamente seguem nenhum padrão, de construção previamente estabelecidos, nem de decoração ou tamanho, justamente porque obedecem a outros critérios, ecologicamente exemplares.

Posteriormente, as outras 8 suítes, de 8 a 15, foram sendo construídas a medida que José Luiz achava o material de demolição. Eles sentavam, analisavam o que tinham e então iam planejando e desenhando uma nova suíte. Então cada espaço é único e personalizado, tem um para agradar cada gosto.

Pousada Sustentável

Por todo esse cuidado, a Ronco do Bugio ganhou o Prêmio da ONU de melhores práticas do Turismo sustentável mundial. Com o auxílio da Certificadora You Go Green, foi criado o Projeto Ronco Zero, que neutraliza o carbono emitido durante a estada de um casal.

Ou seja, se 1 a cada 2 hospedes concordarem em fazer uma linda trilha na mata Atlântica, pode-se zerar os danos do carbono lançado na atmosfera. E é claro que eu e o Marcelo compramos a ideia e decidimos plantar 4, ao invés de 1 árvore.

A caminhada é uma delícia e dura cerca de 1h. Logo chegamos a uma clareira em meio a mata e fizemos a nossa contribuição pra reflorestar esse lugar plantando um Ipê branco, um amarelo, um roxo e uma Pitangueira.

Depois, queríamos continuar respirando ar puro e o Marcos Vinicius, funcionário da pousada que nasceu na região, nos guiou até o ponto mais alto, onde ficamos em pé nessa pedra linda para apreciar a vista que, honestamente, nos transportou para algum lugar no meio da Amazônia. Quem prefere as 2 rodas ao invés da caminhada pode também pegar uma bicicleta (disponível em frente a recepção da pousada) e passear pelas trilhas da serra ou conhecer a região de Piedade, como a Vila Élvio, que possui a aparência de um vilarejo europeu.

Culinária Natural

Na volta, a fome era grande e a culinária do local se utiliza dos melhores produtos da região, todos naturais e orgânicos. Até na cozinha existe o cuidado com a sustentabilidade. O objetivo é realizar pratos deliciosos com o sabor do interior. A seleção de vinhos e cachaças atrai a muitos, e com razão! Todos os pratos que experimentamos na nossa estada estavam deliciosos.

O charme rústico e o conforto da suíte 7 nos chamava de volta. Um banho de banheira com sais marinhos e depois deitar na varanda para ouvir o ronco dos bugios pareceu perfeito pro descanso. Acordamos e fomos presenteados com um convidativo bilhete acompanhado por um brigadeiro gourmet maravilhoso.

 

E para quem quer levar seu pet, o Ronco do Bugio te encoraja a viajar com seu parceiro fiel. E vai receber vocês com todo o carinho e estrutura, até com uma piscina especial para eles.

O tratamento e o carinho que recebemos realmente condizem com o lema dos donos: receber, acolher e cuidar, eis a essência da hospitalidade. Fica a dica desse lugar especial que a gente amou e espera voltar em breve.