A América revelada por Humboldt

A América revelada por Humboldt

Paulina Chamorro

20 Fevereiro 2017 | 16h00

A América Latina natural e cultural é o que vou contar por aqui.

Já vou dando a primeira dica. Até para antecipar a explicação sobre minha empolgação pela América do Sul, vale a leitura do maravilhoso A invenção da Natureza, de Andrea Wulf (editora Crítica), que conta a história do grande cientista e explorador Alexander Von Humboldt.

A invenção da natureza

Há anos busco aqui e acolá informações e estudos sobre ele, referências em livros e que tais, por entender que foi Humboldt  um dos que melhor descreveu nosso continente (sim, a América também es nuestra. Perdón Sr. Trump) do ponto de vista da natureza e suas inter-relações. Também lendo um divertido livro sobre Simón Bolívar (do colombiano Willian Ospina), apareceram outras referências de como foram os primeiros encontros de Bolívar com o cientista alemão. Isso ocorreu em Paris, quando ele ainda era um estudante venezuelano, recém-viúvo e que flanava pela boêmia Cidade-Luz. Em ambos livros é reforçada a idéia de que foi Humboldt quem fez Simón Bolívar enxergar o continente sul-americano e o seu poder geográfico e natural.


Também foi Humboldt que contou ao mundo que a América do Sul era um território natural inigualável. Por anos ele viajou numa expedição pelo continente latino-americano, com a ideia fixa de ver o máximo possível,  descendo rios, conhecendo culturas, exaltando e escalando as grandes montanhas dos Andes e os vulcões adormecidos.

Escalado por Humboldt em 1802, foi o primeiro homem a atingir 5875 m. de altitude. Foi quase no topo do vulcão equatoriano que o cientista teve a ideia de inter-relações na natureza. Simón Bolivar depois tentou repetir o feito.

CHIMBORAZO – Escalado por Humboldt em 1802, foi o primeiro homem a atingir 5875 m. de altitude. Foi quase no topo do vulcão equatoriano que o cientista teve a ideia de inter-relações na natureza. Simón Bolívar depois tentou repetir o feito. (foto- Ministério de Turismo do Equador)

O livro relata de forma deliciosa como ele foi se encantando e usando flora e fauna como alicerce para seus estudos e publicações que, por sua vez, foram a base para tudo o que veio depois, desde o conceito de ecossistema até estratégias e pensamento de expansão americana e políticas antiescravagistas. Darwin, Haeckel, Mars, Goethe, Muir entre tantos outros nomes tiveram o primeiro contato com o nosso continente através da narrativa de Alexander von Humboldt.

Empolgada com tantas histórias e lugares que visitei e ainda pretendo conhecer, vou contar neste canal como esta América do Sul natural e multicultural ainda é o continente da surpresa. O nosso continente!

Conheça a ¨Avenida dos vulcões¨– O Equador é um país belo e repleto de vulcões, extintos e não extintos. Para quem gosta deste tipo de treeking, o  Ministério do Turismo oferece um roteiro de norte a sul do país, conhecendo os principais, como o Cotopaxi e o próprio Chimborazo. Para quem não está acostumado com a altitude, sempre é bom reforçar a recomendação de chegar uns dias antes para a aclimatação.

Dica Musical-  Latinoamérica som e clipe dos porto-riquenhos do Calle 13. Letra primorosa e imagens que percorrem o nosso cantinho ao sul do planeta. Participação de Maria Rita (Brasil), Toto La Momposina (Colombia), Susana Baca (Perú).