Almodóvar por Garzón

O cineasta espanhol filma vídeo em defesa do juiz Baltasar Garzón, proibido de advogar por 11 anos.

Paulina Chamorro

14 Fevereiro 2012 | 16h42

Este é um espaço pra falar de meio ambiente e cultura na América do  Sul. Mas não poderia deixar de registrar o vídeo que está circulando no youtube produzido pelo cineasta espanhol Pedro Almodóvar, em defesa do juiz, também espanhol, Baltasar Garzón, ‘condenado’ no  dia 9  de fevereiro a não  atuar  como  juiz por 11 anos.

Garzón ficou muito conhecido pelos latino-americanos por tentar extraditar o ex-ditador chileno Augusto Pinochet pela morte e tortura de cidadãos espanhóis. E na Espanha por não deixar morrer as histórias obscuras do franquismo.
O tribunal Superior da Espanha acusou o juiz de de ter realizado escutas telefônicas ilegais das conversas entre os suspeitos e seus advogados durante a investigação de um caso de corrupção.

O veredicto tem causado fortes reações, afinal Garzón movia processos internacionais com grande repercussão e era considerado como uma especie de herói dos direitos humanos.

Almodóvar convocou alguns dos seus principais atores para gravar depoimentos como se fossem os próprios desaparecidos da ditadura franquista, como  apoio  à Baltasar Garzón. O próprio cineasta abre o vídeo.


Confira

No dia do resultado do  julgamento, o juiz saiu do tribunal  muito  emocionado, chorando,e ouviu um pequeno  grupo que o  esperava na saída, com o coro: “Garzón, amigo, España está contigo”.