A bailarina que inspirou Glória Perez

Clara Sussekind, que faz sucesso na Capadócia com apresentações de giro sufi, deu aulas a Cleo Pires e também aparecerá no folhetim

O Estado de S.Paulo

16 Outubro 2012 | 08h25

Brasileira consegue reconhecimento com a dança. Não se trata de uma dançarina de samba no Rio de Janeiro, mas de uma bailarina especializada em um ritmo egípcio que atrai dezenas de turistas a cada dia na região da Capadócia.

O sucesso de Clara Sussekind é tão grande que serviu de inspiração à novelista Glória Perez. É da história da bailarina que nasceu a personagem Bianca, vivida por Cleo Pires em Salve Jorge.

Formada em dança no Rio de Janeiro, a carioca Clara só pensava em balé clássico até tomar aulas de dança oriental. Não demorou para que a bailarina, durante uma viagem ao Egito, se encantasse com uma modalidade específica: o giro sufi.

Ela voltou ao Brasil e apostou no estilo para criar uma característica própria. Mas queria mais. Interessada em aprender a "filosofia por trás da dança", Clara partiu para a Turquia, onde o giro sufi também integra o cenário cultural.

Na Capadócia, a bailarina encontrou um professor disposto a ensiná-la. Encantada com a região, mudou-se para lá - e virou atração turística. Quando as pesquisas para a novela de Glória Perez começaram, a moça foi uma referência imediata. Ela é estrela do Harmandali Restaurant, em Uçhisar, que reúne os melhores dançarinos da região e está sempre cheio de visitantes do mundo todo (o preço pode ter variações, mas custa em média 35). Inúmeros movimentos e danças tradicionais se sucedem, realizados por exímios profissionais, antes da entrada de Clara.

A bailarina faz duas apresentações. Na primeira, deixa boquiabertos os presentes com o hipnotizante giro sufi. Mesmo depois de vários minutos dando voltas sobre o próprio eixo, não há cansaço em seu rosto. Apenas uma sensação de paz interior, tal qual a dos Dervixes Rodopiantes.

Clara retorna mais tarde com a dança do ventre. Ela brinca com uma espada e se despe dos véus numa apresentação que mescla sensualidade e equilíbrio. Cleo Pires teve aulas de dança com a bailarina, que também aparecerá em Salve Jorge ensinando movimentos de sua arte. Simples, articulada e com uma filha no Brasil, que passa férias em terras turcas todos os anos, Clara não sabe se está preparada para o reconhecimento que virá com a novela, mas uma coisa é certa: a carioca de Ipanema não troca a Capadócia por nada. /M.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.