Achados raros e antiguidades nas feiras ao ar livre

Um hábito bem portenho é comprar livros usados em feiras de rua. Entre as mais tradicionais está a que ocorre no Parque da Rivadavia (desça na estação Acoyte do metrô), no bairro de Caballito. As dezenas de barraquinhas ao ar livre estão por lá todos os dias, com um respeitável repertório de livros usados, raros e primeiras edições dos principais autores argentinos, como Jorge Luis Borges e Julio Cortázar. Sem falar em revistas, vinis e CDs. Livrinhos da Mafalda saem por 10 pesos (R$ 4,85) e edições pouco conhecidas de ensaios do escritor Ernesto Sábato custam 25 pesos (R$ 12,15). Praticamente a mesma descrição se aplica à feirinha que tem lugar na arborizada Praça Itália, no bairro de Palermo. Para chegar lá, desça na estação homônima do metrô.

O Estado de S.Paulo

20 Abril 2010 | 02h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.