Animação ao redor do câmpus

Clique à vontade a famosa Torre de Pisa, mas curta também points noturnos frequentados por estudantes

Natália Zonta, O Estado de S.Paulo

07 Abril 2009 | 02h46

Ao redor da torre inclinada e branquíssima, a ansiedade dos visitantes é ostensiva. Uma vez empenhados em conseguir a desejada foto, muitos nem notam outra peculiaridade local: graças aos alunos da Università di Pisa, a cidade é uma das mais animadas da Toscana.

 

Campo di Miracoli: quatro construções da lista de patrimônios da Unesco estão ali, lado a lado

Quando o sol se põe, endereços que se tornaram ponto de encontro desses jovens ficam cheios de vida. E isso ocorre há séculos. A universidade foi inaugurada em 1343 e rapidamente virou um centro científico prestigiado - Galileu Galilei (1564-1642), que nasceu em Pisa, está na lista de ex-alunos.

 

Veja também:

linkPrazeres da ensolarada Toscana 

linkO clima medieval de San Gimignano 

linkFlorença, a mais perfeita obra renascentista da Europa 

linkEncontro com o passado do outro lado da Ponte Vecchio 

linkCurvas das montanhas ocultam vilas pitorescas 

linkNas garrafas, o melhor da paisagem 

linkReceitas simples para saborear com os amigos 

linkEscolha um roteiro para descobrir a região  

Por isso, não cometa o pecado de tomar o trem para Siena ou Florença na mesma tarde. Fique pelo menos uma noite e comece o tour boêmio nos arredores da animada Piazza Garibaldi. A Rua Lungarno Antonio Pacinotti, a do câmpus, à margem do Rio Arno, é o centro do burburinho. No número 27 está o Caffé dell?Ussero, em funcionamento desde 1794. Por ali, certamente, você vai encontrar os estudantes mais bem vestidos da Europa.

O ambiente é simples, mas elegante. O Palazzo Agostini foi inaugurado no século 15, época em que Pisa era uma potência marítima. Hoje, a parte inferior funciona como café e o andar de cima, como Bed & Breakfast, boa opção de hospedagem econômica. Na mesma rua há pubs, clubes de jazz e baladas com música eletrônica.

O BÁSICO

Agora que você viu muito mais que a cidade da torre inclinada, siga sem remorso para os highlights. Na Piazza Duomo ou Campo di Miracoli está o conjunto arquitetônico que colocou Pisa na lista de patrimônios da Unesco, com prédios construídos entre os séculos 11 e 14.

O Duomo, com fachada de colunas alvas e portas de bronze, deveria ser o alvo das atenções. O mix dos estilos romântico e gótico marca o Batistério, o prédio redondo que fica bem ao lado, de 1152. Note, ainda, o Camposanto, antigo cemitério ligado à basílica que quase foi destruído na 2ª Guerra Mundial.

Agora você pode se juntar à multidão e clicar a Torre de Pisa - bem menor do que sugerem os cartões-postais. Suas obras tiveram início em 1173 e, por causa do solo arenoso, a estrutura começou a apresentar desvios antes de o terceiro dos oito andares ficar pronto. Em 1990, a inclinação atingiu 5 centímetros e o local teve de ser interditado. A reabertura só ocorreu após obras de correção, onze anos depois.

linkTorre de Pisa: 15 euros (R$ 45)

Duomo: 2 euros (R$ 6)

Batistério e Camposanto: ingresso combinado com o Museo dell'Opera a 5 euros (R$ 15)

Informações: www.opapisa.it

Caffé dell'Ussero: Lungarno Antonio Pacinotti, 27; www.caffedellussero.it

Bed & Breakfast Relais dell'Ussero: www.ussero.com

Mais conteúdo sobre:
Viagem Torre de Pisa Itália

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.