Divulgação
Divulgação

Aspen

A pequenina cidade no interior do Colorado tem estrutura impressionante, para um dos mais badalados resorts de esqui do planeta

Mari Campos, especial para o Estado, O Estado de S. Paulo

27 Outubro 2016 | 05h00

Conheça: São mais de 2.500 hectares distribuídos em quatro montanhas (Snowmass, Aspen Mountain, Aspen Highlands e Buttermilk), com fartura de esportes de neve e aventura, entre eles, esqui, snowboard e snowshoeing. Um mesmo passe dá acesso livre às quatro montanhas. Snowmass é mais democrática, com pistas para todos os níveis, e costuma ser a opção de quem faz viagens em família. Já Aspen Mountain é a preferida daqueles mais experientes na neve.

Após investimentos de cerca de US$ 10 milhões, Aspen melhorou ainda mais sua infraestrutura, seja para esportistas ou para turistas que querem simplesmente curtir a estação. O teleférico High Alpine de Snowmass vem novinho em folha (e ainda mais rápido, subindo a montanha em apenas seis minutos). As melhorias vão da nova bilheteria em Aspen Mountain à renovação do Bistrô Cloud Nine, queridinho de muitos hóspedes, além da ampliação da área de esqui nas árvores em Aspen Highlands.

A nova modalidade de esporte de inverno que promete ganhar ainda mais fãs nesta temporada é o uphilling (também chamado de skitouring ou skinning), que alterna caminhada com esquis na subida e descida deslizando. O calendário de eventos no destino é intenso durante toda a temporada (que vai até 16 de abril de 2017), com destaque para a final da Copa Audi FIS Ski World em março e para a nova edição da Semana de Esqui Gay em janeiro.

O destino também é famoso pela variedade gastronômica, pela agitada vida noturna e pela oferta de atividades também para quem não quer esquiar o tempo todo, como concertos sob a neve. O restaurante Gwyn’s High, no alto de Snowmass, também foi remodelado e ganha novo bar com lareira e telas de TV. Lançada na última primavera americana, a Lynn Britt Cabin, no meio da montanha de Snowmass, tem uma animada balada, a LBC Après, nos fins de semana. Para os mais românticos, boa pedida é jantar nas noites de lua cheia no Cliffhouse, o restaurante no topo de Buttermilk.

 

Não deixe de visitar: O Aspen Art Museum guarda belo acervo de arte contemporânea. Sua parceria com a Aspen Skiing Company também costuma promover a instalação de algumas obras de arte em diferentes pontos da estação – como restaurantes na montanha, por exemplo – durante a temporada de neve.

Considere também: O food truck The Sled funciona nos fins de semana em Snowmass a partir das festas de fim de ano. Pela conta @mtndining no Instagram, o turista fica sabendo onde o carrinho está estacionado naquele dia, servindo comidinhas leves e rápidas para esquiadores recarregarem as energias na montanha.

 

Evite: As filas para comprar passes e tickets no destino costumam ser grandes e sai mais barato já viajar com eles. Procure alugar roupas e equipamentos logo na chegada, para não perder tempo no primeiro dia de validade do seu passe – algumas lojas são bem concorridas e se acaba gastando muito tempo entre a escolha dos itens e o check-out.

 

Economize: Os pacotes de uma semana para o destino geralmente já incluem os passes para acesso às pistas e aos meios de elevação, barateando os custos finais da viagem. Para crianças, há promoções em aulas, meios de elevação e aluguel de roupas e equipamentos em vários períodos da temporada. Quem vai em família grande ou grupo de amigos pode economizar ainda mais trocando o hotel por um imóvel de temporada na montanha.

 

Saiba mais: www.aspensnowmass.com/

international/portugues 

Mais conteúdo sobre:
EUA Estados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.