Aventura gelada para experts   e iniciantes

Aventura gelada para experts e iniciantes

O frio dá as boas-vindas no Hemisfério Norte, e milhares de turistas brasileiros se preparam para trocar o sol tropical por uma aventura gelada. Saem em busca da neve perfeita por estações de esqui na América do Norte e Europa, que abrem as portas em novembro e seguem em atividade até meados de abril.

CAMILA ANAUATE , ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

18 Outubro 2012 | 03h10

Os Estados Unidos ainda são o favorito dos brasileiros. Só o American Airlines Ski Club, que reúne 17 montanhas, espera levar 25 mil turistas para o país nesta temporada. Entre as novidades estão o lançamento de quatro destinos no programa - Killington, em Vermont; e Kirkwood, Mammoth e Northstar, na Califórnia - e aumento da oferta de voos entre os dois países, de 85 para 102 frequências semanais.

Em Aspen (aspensnowmass.com), no Colorado, os brasileiros ocupam há pelo menos cinco anos o segundo lugar no ranking de visitantes internacionais. Fácil entender: são quatro montanhas - Snowmass, Aspen Mountain, Aspen Highlands e Buttermilk - acessadas com um só tíquete, vilas cheias de glamour, 300 dias de sol por ano e 7,62 metros de neve. A vantagem ali são as pistas (mais de 300) de diversas cores. Buttermilk e Snowmass para iniciantes e intermediários e Highlands e Aspen Mountain para experts. A infraestrutura é invejável, com 75 hotéis, 110 restaurantes e bares e 235 lojas.

Os 50 anos de Vail Mountain (vail.snow.com) também prometem agitar as férias no Colorado com festivais de cinema e música. Outra novidade para marcar a data é a inauguração dos hotéis Renaissance, Ritz Carlton e Four Seasons e da gôndola State-of-the-art, que tem conexão Wi-Fi. Destino de celebridades, Vail conta com 193 pistas de esqui.

A Vail Resorts Inc., empresa que administra a estação, acaba de incorporar outros dois destinos: Northstar e Kirkwood, em Lake Tahoe, na Califórnia. Northstar é luxuoso - entre as 92 pistas estão 25 propriedades do Ritz-Carlton Club. Já Kirkwood tem perfil desafiador, com 85% das pistas para experts e intermediários.

Em Utah, os três resorts de Park City - Deer Valley (deervalley.com), Park City Mountain (parkcitymountain.com) e The Canyons (thecanyons.com) - têm diversão além de suas 391 pistas. É possível patinar no gelo, passear de trenó e até se aventurar no bobsled. Nesta temporada, Deer Valley investiu US$ 8 milhões em melhorias, como o aumento da capacidade de produção de neve artificial. The Canyons está repaginado: ampliou a área de esqui, ganhou lifts e o primeiro hotel ski-in ski-out da grife Waldorf Astoria no mundo. Park City, que investiu US$ 20 milhões, agora tem mais pistas noturnas.

No estilo velho oeste, Jackson Hole, em Wyoming, decidiu atrair mais esquiadores e snowboarders intermediários. Agora, 40% de suas pistas são voltadas para esse público.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.