Edison Veiga
Edison Veiga

Bastidores: Cliques com olhar infantil

Repórter Edison Veiga conta como foi a experiência de seu filho, de apenas 3 anos, em passeio de carro pela África

Edison Veiga, O Estado de S. Paulo

24 Outubro 2017 | 04h30

A dica veio de uma amiga que também adora viajar – mas não tem filhos. Achamos que era uma boa e, Chico, 3 anos e meio, carregou uma velha camerazinha na mão durante toda a viagem (alternando com um par de binóculos de brinquedo).

Foi uma brincadeira interessante. Ele se envolveu o tempo todo, seja encantado com os bichos, seja pedindo para repetir a música Hakuna Matata no som do carro. Fazia perguntas. Brindava com suco a cada degustação de vinho. Deslumbrava-se com as paisagens e impressionava-se com os museus.

Chico fotografou as coisas a seu modo. Depois de escorregar em uma duna, em Sossusvlei, quis registrar a imagem formada por seu bumbum na areia. Aparentemente, achou mais interessante o cocô do elefante do que o próprio elefante. Ficou feliz em reconhecer, na vida real, muitos dos animais de uma fauna tão distante da brasileira, mas tão perto do imaginário infantil por conta dos desenhos animados. Aguentou bem as horas intermináveis na cadeirinha do carro, quase sempre acordado e espiando o mundo pela janela.

Com 16 países de 4 continentes na bagagem, Chico se acostumou a viver na saudável expectativa pela próxima viagem. Vai fotografar de novo. Porque o mundo é isso mesmo – grande para a vida, mas pequeno para os sonhos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.