Thiago Morandi
Thiago Morandi

Carnaval, 13 de fevereiro

Quatro dias de folga

O Estado de S.Paulo

09 Janeiro 2018 | 04h50

Família

Socorro

A 130 quilômetros de São Paulo, Socorro não subestima a natureza que tem ao redor, garantindo descanso, adrenalina e, no carnaval, folia. Pelas ruas, haverá blocos tocando marchinhas clássicas de manhã – incluindo o Bloco dos Turistas, no dia 11 –, e, à noite, há desfile das escolas de samba e shows na Praça da Matriz. Entre seus atrativos naturais, mirantes como o da Pedra da Bela Vista e do Morro do Cristo são imperdíveis, e parques como o Monjolinho e dos Sonhos (ambos com hospedagem) oferecem atividades para todas as idades, entre elas rapel, descida de tirolesa, rafting, boia-cross e stand up paddle no Rio do Peixe. O lugar das compras é o centro, com destaque para malhas e artesanato.

Sozinho

Rio de Janeiro

Você pode ir sozinho ao Rio. Sua viagem nunca será solitária, principalmente se for carnaval, quando a cidade é tomada por blocos de rua para gostos e públicos variados, além dos desfiles na Marquês de Sapucaí. Há gente – mais disposta a fazer novas amizades, inclusive – perambulando pelas ruas quase que em tempo integral, principalmente no boêmio bairro da Lapa, com shows gratuitos à noite e baladas com programação especial. Além disso, a maior oferta de transporte público – VLT, BRT e a linha amarela do metrô – tem facilitado a locomoção pelo centro e por regiões mais distantes, como a Barra da Tijuca, onde será montada a Arena dos Blocos – dentro do Parque dos Atletas, palco da Olimpíada em 2016, terá entrada gratuita, mas limitada com catracas a 80 mil pessoas, segundo a Riotur. Entre os blocos já confirmados, estará por lá o centenário Cordão do Bola Preta.

Casal

Tiradentes

Há dois anos, o Viagem afirmou que Tiradentes se tornava uma nova Paraty. Os motivos: é histórica, repleta de construções românticas, mas também antenada, preocupada em investir no calendário cultural. Pois, no carnaval, quando as marchinhas dos blocos tomam seus caminhos de pedra, essa afirmação faz ainda mais sentido. É ideal para casais que não querem passar os quatro dias na badalação, mas que também não querem perder um pouco da folia do carnaval. Entre conhecer sua arquitetura histórica, embarcar na maria-fumaça até São João Del Rey, tomar banhos de cachoeira e desfrutar da farta comida mineira – sua fama de bons restaurantes persiste –, dá para vestir a fantasia e sair atrás de bloquinhos como o Palhaçada. Para mais festa, dê um pulo (são 3 horas de carro) até a vizinha Ouro Preto, essa sim, lugar de quem quer folia nível hard.

Grupo

Votuporanga

Se carnaval para você for sinônimo de folia 24 horas por dia, seu lugar pode ser essa cidade no interior paulista, a 6 horas da capital. Famosa por sua festa micareteira, Votu (para os íntimos) reúne milhares de foliões atrás do trio elétrico e sobre um palco durante quatro dias. A festa é comandada pelo Oba Festival, que em 2018 traz Anitta, Wesley Safadão, DJ Alok e Simone e Simaria, entre outros nomes de sucesso do momento. Os ingressos, que podem incluir passagens em voo fretado com open bar na ida (para maiores de idade, claro), começam em R$ 660 - corra, porque este já é o valor do segundo lote e, incluindo o voo, acrescente R$ 549. Para se hospedar, há pousadas, hotéis e quartos para alugar que também ficam lotados nesta época do ano. Se for de carro, há estacionamentos terceirizados próximos ao local do evento.

 

Mais conteúdo sobre:
feriado carnaval Brasil [América do Sul]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.