Chão de estrelas

Conhecido como minitour, o

O Estado de S.Paulo

02 Outubro 2012 | 03h11

passeio entre Laguna Rabusquí, Krasquí e Noronquí vai

preencher seu dia com imagens belas e raras. Afinal, não é

sempre que se tem a oportunidade de ver o céu dentro do mar: Rabusquí, a primeira parada, abriga uma piscina natural

forrada de estrelas-do-mar,

frondosas e em surpreendentes tons alaranjados.

Ainda não tínhamos ficado cansados de nos encantar com aquele cenário quando, ao meio-dia, o barqueiro chamou para seguirmos até Crasquí. Ali, quem fica sem cooler tem a

opção de almoçar no Restaurante Juanita (funciona das 10 às 15 horas), pé na areia cujo prato principal é - adivinhe? - peixe frito, claro.

A última parada é Noronquí, um conjunto de três ilhas que são santuário de tartarugas-marinhas. Como a maioria dos

turistas desembarca em

Noronquí de Abajo, a dica é

pedir para descer em Noronquí del Medio, com faixa de areia extensa, cercada de vegetação de restinga. O passatempo ali

é disputar quem encontra

conchinhas e caracóis no

formato mais interessante e mergulhar com a multidão - de peixes coloridos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.