Cinco picos de Huashan

BATE-VOLTA

O Estado de S.Paulo

06 Abril 2010 | 02h03

A 120 quilômetros de Xian, lar dos guerreiros de terracota, há outro segredo menos badalado, mas surpreendente: os cinco picos de Huashan, uma das cinco montanhas sagradas do taoismo. Trata-se de uma das escaladas mais desafiadoras do país. Em certas partes, não há nada além de pedaços de madeira para apoiar os pés e um cabo de aço para amarrar ao corpo. Mas estes são trechos raros - a maior parte do caminho tem escadas. Se preferir, você pode ainda subir carregado.

O local conserva um templo taoista no pico norte, entre pinheiros e cerejeiras. Escalá-lo a partir da vila de Huashan é agradável, mas o bondinho (desde 130 yuan ou R$ 34) ajuda a vencer os trechos íngremes. O transporte, no entanto, só funciona em parte do percurso. Antes de chegar ao templo, turistas amarram cadeados dourados, como amuletos para segurança e saúde de seus familiares. Não há como se confundir: uma versão em tamanho gigante marca o local. Desde o pico norte dá para visitar outros cumes - durma em um dos hotéis lá do alto para fazer o passeio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.