BRUNA TIUSSU/ESTADÃO
BRUNA TIUSSU/ESTADÃO

Cine, boliche e sabores concorridos na vila

Com lojas coladas umas às outras e ruas que se disfarçam na forma de um grande calçadão, Vail Village faz jus ao nome que tem. É bem ali, naquela vila pequenina, que se concentra tudo o que o turista pode precisar - ou desejar. Além de importantes hotéis e da gôndola principal que dá acesso ao topo da montanha, o local reúne pista de patinação, lojas de grifes e outras independentes, galerias de arte, restaurantes e bares.

VAIL, O Estado de S.Paulo

15 Outubro 2013 | 03h16

Dois endereços dali mesclam com perfeição entretenimento e gastronomia. O primeiro é o CinéBistro, com salas de cinema adaptadas para o público jantar enquanto assiste ao filme. Em cartaz, as grandes estreias e também algumas produções independentes. No cardápio, além das tradicionais pipocas, constam ousadias como a porção de camarões fritos.

O segundo endereço que merece atenção no vilarejo de Vail é o Bol, a exatos trinta passos do CinéBistro. Com DJ tomando conta do som e garçons equilibrando as bandejas com drinques - o mojito é ótimo - enquanto andam de um lado para o outro, grupos de amigos terminam o dia em animadas partidas de boliche.

Também ali está o concorridíssimo Matsuhisa (matsuhisavail.com). Se a unidade de Aspen chama a atenção pelo tamanho diminuto e clima intimista, a de Vail esbanja espaço ocupando um enorme sobrado. Nada que interfira no serviço de primeira e nos sabores que combinam o melhor da cozinha nipônica com temperos da peruana, marca imbatível da celebrada rede Nobu. Primeiro, deleite-se com sushis, sashimis e tempurás. E deixe para fechar a refeição com a especialidade da casa, o bacalhau grelhado com missô.

Um certo charme alpino. Com as casas e os estabelecimentos da estação se espalhando para além de Vail Village, um novo conglomerado comercial e turístico foi se formando mais à esquerda da montanha, próximo da outra gôndola. Hoje, a chamada Lionshead Village tem importantes restaurantes e lojas que concorrem com as do centrinho principal. O local chama a atenção por sua arquitetura diferente, com construções ao estilo alpino que esbanjam charme.

O mais novo e bem-acabado exemplo é o The Arrabelle, um hotel-butique cinco-estrelas inaugurado para a última temporada. O local possui 62 suítes e 25 residências familiares, todas seguindo a mesma decoração romântica do saguão de entrada. Vale a pena entrar lá só para ficar admirando os lustres, tapetes e estofados. / B.T.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.