'Condos', uma boa opção para quem vai em família

Para dormir. Grand Cayman concentra as melhores opções de hospedagem mas, ainda assim, tem poucos hotéis quando comparada a outros destinos caribenhos, como Cancún ou Punta Cana. Por outro lado, há uma abundância de villas e condos, as casas de aluguel por temporada. Em comum, o fato de a esmagadora maioria ficar em Seven

O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2012 | 02h11

Mile Beach.

Dos condomínios, o mais bem avaliado é o Caribbean Club (caribclub.com), com diárias de US$ 399 por casas de três quartos para até seis pessoas. Igualmente bem localizados estão o Grandview (grandviewcondos.com) e o Avalon (avaloncayman.com), em Seven Mile Beach, com diárias a partir de US$ 500 para até seis pessoas. Fique atento: nos condomínios, é preciso passar no mínimo três noites e sempre tem

promoção para quem passa

mais de cinco.

Na baixa temporada, as diárias dos hotéis vão de US$ 100 no mais simples de Seven Mile Beach (caymancomfort.com) a US$ 475 no mais luxuoso da ilha (ritzcarlton.com/en/Properties/GrandCayman). Atualmente passando por uma remodelação, o Westin (westingrandcayman.com), na melhor parte da praia, tem diárias a US$ 169. Já o Marriot (marriott.com, U$ 249) fica em uma área onde a faixa de areia foi engolida pelo mar.

O único hotel que vale a pena fora de Seven Mile é o Cotton Tree (caymancottontree.com, diárias a US$ 700 por uma casa com sala, dois quartos e cozinha), no extremo norte de West Bay. É o hotel-butique da ilha, com seis casas bem equipadas, cercadas por um lindo jardim com piscina. O ponto negativo é não ter praia boa na porta - eles indicam a Cemetery Beach (leia no alto), a 4 quilômetros dali.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.