Cleide Silva|Estadão
Cleide Silva|Estadão

Coyoacán - Frida Khalo e Diego Rivera

No México, a 13 km da capital, museus contam a história de amor intensa do casal de artistas, que foi marcada por infidelidades e muita parceria

O Estado de S.Paulo

06 Junho 2017 | 04h30

"Te escreveria horas e horas, aprenderia histórias para te contar, inventaria palavras novas para poder te dizer que te amo como nunca amei a ninguém."

--Frida Kahlo para Josep Bartolí, seu último amante, entre 1946 e 1949

Os artistas mexicanos Frida Kahlo e Diego Rivera viveram uma história de amor intensa, marcada por traições, mas também por parceria. Casam-se pela primeira vez em 1929. Mas as infidelidades do marido levaram ao divórcio dez anos mais tarde. A separação não durou muito. Apenas um ano depois, Frida e Diego retomaram o relacionamento, assim como as infidelidades -- Diego não se importava com as “aventuras lésbicas” da mulher.

 

Em Coyoacán, a 13 km da Cidade do México, é possível conhecer muitos detalhes da vida do casal. Frida teve poliomielite na infância e, na adolescência, foi vítima de um acidente que quebrou diversos de seus ossos e lesionou sua espinha dorsal. A cadeira de rodas e o colete ortopédico usados por ela, tão presentes em suas obras, são alguns dos artigos expostos no Museu Frida Kahlo (200 pesos ou R$ 34; bit.ly/fridacasa), assim como as pinturas de todas as fases de sua carreira, cartas, diários, livros, louças, pincéis e objetos de decoração -- afinal, o museu é a casa onde Frida nasceu e passou grande parte de sua vida.

 

Já o Museu Estúdio Diego Rivera (31 pesos ou R$ 6; bit.ly/riverast), a 5 km dali, lar do casal a partir da década de 1930, propõe uma imersão maior na vida do pintor. O quarto, no primeiro andar da casa, guarda a simplicidade original de onde Rivera dormia. Estão no museu os esqueletos de papel machê, os objetos de cerâmica pré-colombiana e os pincéis utilizados pelo artista. Visitas guiadas são gratuitas. Mais em: bit.ly/fridaviagem.

Leia mais: Todas as dicas do Viagem para o México

Mais conteúdo sobre:
México Frida Kahlo Diego Rivera Viagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.