Cuiabá, um destino quatro em um

Cuiabá foi o maior azarão entre as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014. Sua rival Campo Grande, planejada e organizadíssima, precisaria de muito menos reformas. Resultado: Cuiabá é hoje um canteiro de obras. Mas não é preciso esperar pela Copa para aproveitar o que a capital do Mato Grosso oferece de melhor: a proximidade de três destinos que, isoladamente, já valeriam a viagem: os paredões da Chapada dos Guimarães, os rios cristalinos de Bom Jardim, em Nobres, e as belezas do Pantanal Norte. Na capital, hospede-se em algum hotel próximo à Praça Popular, o polo boêmio da capital: no luxuoso Deville (deville.com.br), no confortável Intercity (intercityhoteis.com.br) ou no flat Le Soleil (hotellesoleil.com.br). Não perca o rodízio de peixes da peixaria Lélis (lelispeixaria.com.br) e o Bulixo, uma feira de comida, artesanato e música que acontece nas noites de quinta-feira no Sesc Arsenal.

RICARDO , FREIRE, O Estado de S.Paulo

23 Julho 2013 | 02h16

A 70 km: Chapada dos Guimarães. Das chapadas brasileiras, esta é a mais próxima de uma capital. No fim de semana, é tomada pelos cuiabanos, que fazem bate-volta para se refrescar nas suas cachoeiras. Para contemplar a paisagem e fazer passeios pelo parque nacional, é melhor ir no meio da semana. Reserve uma das duas suítes da pousada Atmã (atmaresort.com.br).

A 150 km: Bom Jardim (Nobres). As piraputangas e os pacus que povoam as nascentes de Bonito, no Mato Grosso do Sul, também batem ponto em Bom Jardim, um distrito de Nobres, a 50 quilômetros do município. A infraestrutura ainda é incipiente, mas Bom Jardim oferece duas vantagens: fica muito perto da capital (saindo cedinho, é possível voltar no mesmo dia) e não requer roupas de neoprene, devido à temperatura agradável das águas. Para evitar muvuca e correria, vá durante a semana e passe duas noites; faça flutuações no Aquário Encantado e no Rio Salobra e visite a belíssima Cachoeira da Serra Azul. Monte o seu pacote com a Rota das Águas (rotadasaguas.tur.br). Carro alugado é indispensável. A estrada foi asfaltada e não passa por Nobres; saia de Cuiabá em direção à Chapada dos Guimarães e siga as placas para o Lago do Manso.

A 150 km: Pantanal Norte. Na direção oposta à Chapada, em duas horas você chega à mítica Transpantaneira, que corta boa parte do Pantanal Norte. Agências de Cuiabá oferecem passeios de um dia com almoço em estância. O ideal é se hospedar por três noites numa pousada que ofereça todas as experiências pantaneiras, como o Araras Ecolodge (araraslodge.com.br).

* Na próxima semana, o colunista

responde às perguntas dos leitores

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.