Da prancheta para os cartões-postais

No dia 15, Niemeyer completa 103 anos. E diz não à aposentadoria: continua a desenhar suas curvas, criando outros pontos turísticos no Brasil e no mundo

01 Dezembro 2010 | 10h00

 

 

 

 

Estação Cabo Branco.

Niemeyer abusou das curvas e traçou um belo espelho d’água neste que é um de seus projetos nacionais mais recentes. Inaugurado em 2008, em João Pessoa, o complexo apresenta exposições dedicadas ao mundo da ciência. São cinco edifícios, incluindo uma grande torre octogonal espelhada. E salas de audiovisual, anfiteatro, auditório e café. Visite durante o dia - vá com tempo - para poder aproveitar a vista a partir do terraço da torre. Os olhos alcançam a Ponta do Seixas, o Farol do Cabo Branco e um lindo trecho litorâneo da capital paraibana. Grátis. Mais no site.

 

 

Sede do Partido Comunista

 

O monumento erguido em Paris, na França, é a obra de Niemeyer mais expressiva fora do Brasil. O pavilhão principal tem elementos que lembram os de Brasília e a estátua circular, os da Oca, no Parque do Ibirapuera, São Paulo.

 

O arquiteto começou a esboçar o prédio em 1965, mas a inauguração ocorreu seis anos mais tarde. Se quiser ver o resultado, desça na estação de metrô Colonel Fabien. A sede do Partido Comunista é só um dos projetos franceses do arquiteto. Durante a ditadura militar no Brasil, ele foi impedido de trabalhar e se mudou para Paris. Lá, desenhou em sua prancheta a Bolsa do Trabalho de Bobigny e a sede do jornal L’Humanité, em Saint Denis. Fora da capital, destaque para o projeto circular e tropical do Centro Cultural Le Volcan, em Le Havre, na Normandia. Mais.

 

 

Museu Oscar Niemeyer

O que poderia representar melhor as artes plásticas que o formato de um olho? Essa colossal escultura de concreto é a primeira coisa - e provavelmente uma das mais marcantes - que o visitante vai notar no museu de Curitiba. O espaço, dividido em dois prédios, enfoca artes visuais, arquitetura e design. Além do acervo de 2 mil peças, há uma área no subsolo, de formato circular e teto de vidro, dedicada à obra de Niemeyer, com fotos, maquetes e croquis de suas principais criações. Entrada a R$4.

 

 

Museu de Arte Contemporânea

 

 

Sem dúvida, essa é uma das obras-primas de Niemeyer. O edifício é sustentado por uma base cilíndrica - do piso térreo, um olho d’água dá a impressão de que o prédio está flutuando sobre o mar - e tem um formato circular de vidro que destaca a coleção de arte contemporânea. A construção de quatro pavimentos levou cinco anos para ficar pronta. Só a vista para a Baía de Guanabara já vale a visita. Entrada: R$ 5.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Centro Cultural Oscar Niemeyer

                                                                                                                                                                                       

 

 

A grande praça com uma torre monumental - e curvada, claro - no centro compõe o Centro Cultural Internacional Oscar Niemeyer. O projeto está praticamente concluído, mas ainda não há data prevista para ser inaugurado. O complexo terá um centro cultural dedicado a áreas como música, teatro, cinema e exposições.

 

 

 

 

 

 

 

 

No blog do ‘Viagem’, projetos de Cuba ao Casaquistão

 

Ele quebrou com o ângulo reto. Fez das curvas e do concreto armado a sua assinatura especial, inspirado tanto pela natureza como pelo corpo feminino. Célebre, continua se debruçando em pranchetas diariamente em seu escritório no Rio de Janeiro.

Suas obras impregnadas de ginga tropical justificam tours arquitetônicos pelo mundo e pelo Brasil. Por aqui, também é essencial conhecer o Conjunto da Pampulha, em Belo Horizonte, a capital Brasília e criações emblemáticas em São Paulo, como o Edifício Copan e a Oca do Ibirapuera. Confira os projetos já em obras em países como Cuba, Itália, Suíça, Argélia e Casaquistão.

 

 

Veja também:

link Beleza singular

linkEm Santarém, um encontro em duas cores

linkA praia da moda: sai dessa

blog Blog. Dicas e bastidores das viagens da nossa equipe

blog Twitter. Notícias em tempo real do mundo turístico

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.