RICARDO FREIRE/ESTADÃO
RICARDO FREIRE/ESTADÃO

De carro entre Recife e Maceió

Recortadíssimo e protegido por barreiras de corais, o litoral entre Recife e Maceió é um dos mais bonitos do Brasil continental. Na época seca, que começou em setembro e vai até o fim do verão, a cor do mar varia entre o azul-bebê e o verde-água.

Ricardo Freire, O Estado de S.Paulo

15 Outubro 2013 | 03h21

Pelas estradas litorâneas PE-060 e AL-101, apenas 300 quilômetros separam as duas capitais. Mas, são tantos os atrativos que, se você dispuser de apenas uma semana para a viagem, o melhor é optar por um dos Estados - faça Recife + Porto de Galinhas (com bate-volta a Carneiros) ou Maceió + Maragogi (ou Maceió + Rota Ecológica).

Para explorar a região como se deve, reserve duas semanas para o circuito. Voe a Recife - e não desdenhe a capital pernambucana, como tanta gente faz. Fique três dias por lá. Tire um dia (entre terça e sexta-feira, que é quando os dois lugares abrem simultaneamente) para visitar o ateliê de Francisco Brennand e o Instituto Ricardo Brennand, ambos no bairro da Várzea. Faça o passeio de catamarã pelo Rio Capibaribe e passe pelo menos uma tarde em Olinda. Visite o charmoso bairro do Poço da Panela, na zona norte recifense, longe da praia.

Passe os dois dias seguintes em Porto de Galinhas. Pegue praia no Pontal do Cupe, a mais gostosa do pedaço, perto do hotel Pontal de Ocaporã. Visite as piscinas naturais em frente à vila e vá ver os cavalos-marinhos em Maracaípe.

Prossiga a Maragogi, onde dois dias são suficientes para visitar as galés (grandes piscinas naturais) e se apaixonar pelas praias ao norte da vila, como Burgalhau e Ponta de Mangue.

Inicie a segunda semana de viagem em Maceió. Três dias bastam. De dia, curta os bons bares de praia - o Lopana em Ponta Verde, o Hibiscus em Ipioca, o Praêro em Barra de São Miguel, o Milk Beach Bar em Garça Torta - e, à noite, aproveite a variada cena gastronômica da cidade (não perca o peruano Wanchako).

Depois de tanto zanzar, o melhor desfecho para sua viagem é no descanso absoluto da Rota Ecológica - o trecho de praias desertas entre Barra de Camaragibe, São Miguel dos Milagres, Porto de Pedras e Japaratinga, pontilhado por pousadas de charme pé na areia.

Se for devolver o carro em Maceió, fique cinco noites. Se for devolver no Recife, fique quatro e durma uma última noite na Praia dos Carneiros, no meio do caminho de volta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.